O apelo de Holm

2

A americana e sua equipe garantem que vão entrar com recurso contra sua derrota no Ultimate

 

Por:  Micheline Tápias

No duelo entre Holly Holm e Germaine de Randamie os juízes laterais apontaram uma vitória por decisão para a holandesa que nos trouxe a campeã inaugural da categoria feminina do pesos-penas (66 kg).

Holly após sua derrota para a Germaine na luta principal do UFC 208 fez uma reclamação formal contra o juiz Tood Anderson que não penalizou a holandesa por ter acertado golpes após o soar do gongo.

“O advogado de Holm, Paul Bardacke declarou que a ex-campeã dos galos está focada em conseguir a revanche contra De Randamie”.

Essa situação tem trazido muitas discussões e debates sobre o ocorrido: “Foi ou não intencional? O juiz fez ‘vista grossa’? Essa atitude influenciou ou não no resultado da luta? A performance da Randaime foi convincente? E a performance do Holm, foi o suficiente para recorrer?”.

A americana após tomar o cinturão da Ronda Rousey no UFC193, marcou a sua terceira derrota seguida depois de 10 lutas sem perder. O seu rendimento não está sendo o suficiente e suas estratégias não estão se encaixando tão bem. Holm está em uma situação desconfortável e percebe-se, certa ou não, que está tentando correr atrás do prejuízo.

Share.

About Author

Micheline Tápias

Paulista, amante de MMA, Jiu-Jitsu e Boxe. Publicitária e analista de Asset em T.I..

2 Comentários

Leave A Reply