Sergio Benini fala sobre maiores desafios da profissão e expectativa para o Brasileiro de Jiu-Jitsu

0

Atleta da Gracie Barra BH acumula bons resultados no circuito nacional

Por: MMA Premium

Apesar dos 35 anos, Sergio Benini é um exemplo de atleta que só ficar melhor com o passar do tempo, mostrando que ainda tem muita lenha para queimar no circuito nacional de Jiu-Jitsu. Atleta da Gracie Barra BH, e faixa-preta de Vinicius Draculino, o mineiro tem como grandes resultados na faixa-preta os títulos do BH Open com e sem quimono no ano de 2016, além de ter disputado a final do Abu Dhabi Grand Slam em 2014. Focado em mais uma grande competição, Sergio falou sobre a preparação para o Brasileiro:

“Os treinos na Gracie Barra BH sempre são duros. Estamos fazendo um camp muito forte para chegar bem no Brasileiro desse ano”, declarou o atleta.

Realizado mais uma vez em Barueri, interior de São Paulo, o Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu organizado pela CBJJ reúne alguns dos melhores atletas do país na arte suave. Natural de Juiz de Fora, Minas Gerais, Sergio Benini falou sobre as dificuldades de ser um atleta profissional no Brasil atualmente:

“Acho que os atletas devem lutar o maior número de competições possível. Apesar de ter melhorado muito, com vários torneios que o atleta pode ganhar uma boa quantia o dinheiro. O maior desafio ainda é a questão financeira”, finalizou Benini.

Na última edição do Rio Open, Sergio Benini acabou conquistando um bom resultado, ficando com o bronze. O lutador que tem como grande ídolo Royce Gracie, entrou na modalidade em 1999, onde desde lá seguiu carreira como lutador profissional.

Share.

About Author

Victor Nunes

Comments are closed.