Campeão interino dos leves, Tony Ferguson desafia Conor McGregor: “Você não pode fugir”

0

Ferguson carimbou sua décima vitória consecutiva no UFC contra Kevin Lee no UFC 216

Por: Victor Nunes

Tony Ferguson sem dúvida é um dos atletas mais resilientes do atual plantel do UFC. Aguardando por uma chance pelo título peso-leve há alguns anos, o norte-americano enfim teve sua oportunidade, e não decepcionou. Contra Kevin Lee, o lutador fez a luta de sua vida, carimbando a vitória consecutiva no UFC com um triângulo no terceiro round.

“Era a oportunidade da minha vida. É sensacional representar a mim e ao meu time e, acima disso, minha família e meus amigos. É uma chance incrível de poder demonstrar que eu não consegui voltar em março. Queria ser um dos primeiros a lutar na T-Mobile Arena. Não aconteceu, e eu fiquei muito frustrado. Tive que voltar para a estaca zero e ter a humildade de saber que teria que lutar para construir meu caminho até essa luta. Estou muito emocionado. Esse cinturão é pesado, mas meus ombros são fortes e o aguentarão por muito tempo. Dez vitórias são melhores que nove. Dez vitórias consecutivas. Ainda detenho o recorde de maior número de vitórias seguidas na história do peso-leve. Meu objetivo não é o cinturão, é o Hall dsa Fama. Quero deixar um grande legado para o meu filho. Eu luto para que ele não tenha que lutar.

Perguntado sobre Conor MGregor, atual campeão linear da categoria dos leves, Ferguson foi direto:

“Conor, você é um filho da p… de mentira. Estou bem aqui. Você não pode fugir disso falando. Tem que unificar o cinturão”, declarou.

Confira os resultados completos do evento:

CARD PRINCIPAL
Tony Ferguson venceu Kevin Lee por finalização aos 4m02s do R3
Demetrious Johnson venceu Ray Borg por finalização aos 3m15s do R5
Fabricio Werdum venceu Walt Harris por finalização a 1m05s do R1
Mara Romero Borella venceu Kalindra Faria por finalização aos 2m54s do R1
Beneil Dariush x Evan Dunham foi empate majoritário (29-28 Dariush, 28-28 e 28-28)
CARD PRELIMINAR
Cody Stamann venceu Tom Duquesnoy por decisão dividida (29-28, 28-29 e 30-27)
Lando Vannata e Bobby Green empataram (29-27, 27-29 e 28-28)
Poliana Botelho venceu Pearl Gonzalez por decisão unânime (triplo 30-27)
Matt Schnell venceu Marco Beltrán por decisão unânime (30-27, 29-28 e 30-27)
John Moraga venceu Magomed Bibulatov por nocaute a 1m38s do R1
Brad Tavares venceu Thales Leites por decisão unânime (30-27, 30-26 e 30-26)

Share.

About Author

Victor Nunes

Leave A Reply