Werdum valoriza vitória no UFC 216: “Não tomei nenhum soco”

0

Brasileiro finalizou Walt Warris com apenas 65 segundos de combate

Por: Victor Nunes

Fabricio Werdum tomou um “susto” ao saber que se adversário no último sábado não poderia enfrentá-lo pode por problemas em uma hérnia de disco. Derrick Lewis então foi substituído por Walt Harris, peso-pesado que tinha duelo contra Mark Godbeer no UFC 216, mas que acabou entrando em uma verdadeira fria no evento. 

“Eu não acreditei (quando soube da lesão do Lewis), porque você se prepara durante três, quatro meses pra um adversário, de repente muda assim é bem difícil. As pessoas pensam que não é difícil, mas é muito difícil. Ainda mais que o cara era canhoto, não tinha nada a ver com o outro, era um jogo completamente diferente. Mas a gente conversou, eu, o mestre, o Babalú, meu irmão, toda a equipe ali no quarto. A gente quer ser campeão de novo, vamos ser campeões de novo, então é qualquer um. É difícil a decisão, mas a gente aceitou por isso. E ia ficar meio ruim pro UFC também e a gente aceitou pra mostrar que a gente é 100% UFC”, declarou em entrevista ao “Combate”.

Fabrício Werdum ainda se disse orgulhoso diante de sua performance no último sábado:

“O jiu-jítsu salva e realmente me salvou muito bem. Sair de uma luta sem tomar nenhum soco é quase impossível, eu não tomei nenhum soco, foi uma luta limpa, difícil, porque as pessoas pensam: “Não, o cara não tem…”. É um cara difícil realmente, eu tive que olhar as lutas dele no caminho vindo pra arena. Eu tive que olhar, a gente fez isso. Eu, o mestre, o Babalú, meu irmão, a gente ficou olhando: o cara faz isso, aquilo, o cara é canhoto, tem que sair pelo seu lado esquerdo, saímos do lado esquerdo. Que bom que foi desse jeito aí de sair limpo.”

Confira os resultados completos do evento:
CARD PRINCIPAL

Tony Ferguson venceu Kevin Lee por finalização aos 4m02s do R3
Demetrious Johnson venceu Ray Borg por finalização aos 3m15s do R5
Fabricio Werdum venceu Walt Harris por finalização a 1m05s do R1
Mara Romero Borella venceu Kalindra Faria por finalização aos 2m54s do R1
Beneil Dariush x Evan Dunham foi empate majoritário (29-28 Dariush, 28-28 e 28-28)
CARD PRELIMINAR
Cody Stamann venceu Tom Duquesnoy por decisão dividida (29-28, 28-29 e 30-27)
Lando Vannata e Bobby Green empataram (29-27, 27-29 e 28-28)
Poliana Botelho venceu Pearl Gonzalez por decisão unânime (triplo 30-27)
Matt Schnell venceu Marco Beltrán por decisão unânime (30-27, 29-28 e 30-27)
John Moraga venceu Magomed Bibulatov por nocaute a 1m38s do R1
Brad Tavares venceu Thales Leites por decisão unânime (30-27, 30-26 e 30-26)

 
Share.

About Author

Victor Nunes

Leave A Reply