Gabi Garcia faz duras críticas a ausência de atletas em evento na Califórnia

0

Ícone na arte suave, Gabi falou sobre a luta por igualdade na arte suave

Por: Bill Santos

É fato que existe uma enorme barreira entre homens e mulheres nas mais variadas áreas, o esporte é uma delas. O cenário vem mudando ao longo do tempo, e grande parte disso se deve aos nomes do esporte que vem lutando e conquistando o mundo com suas vitórias.

Um dos maiores ícones na arte suave chama-se Gabi Garcia, vencedora de inúmeros campeonatos a guerreira brasileira não esta nada satisfeita com o descaso de algumas atletas tem com o esporte. Em uma publicação em seu perfil no Instagram a gigante bradou sobre a luta por igualdade de gênero e como as atletas da nova geração precisam trilhar o bom caminho para honrar essas bonanças advindas destas conquistas, vejam as fortes declarações da brasileira:

7:18pm Você que está lendo provavelmente não lutou por um pacote de suplemento e poucas vezes um kimono, porquê se você já lutou por isso teria colocado seu kimono em baixo do braço e colocado a sua cara para lutar hoje igual eu fiz mesmo com foco no mma. Saindo agora do ginásio Triste. Com uma sensação de que o “new generation” pode ser o título usado para acabar com o suor de muitas pessoas. Hoje um campeonato na california pagava 15 mil dólares para a campeã do feminino. Para isso acontecer precisavam de 12 meninas, eu obvio achei que todas meninas iriam lutar, afinal ja lutei por muito menos. 200 homens e 5 meninas = mesmo prêmio 🤦🏻‍♀️ você acha justo com os organizadores? hoje apenas 5 meninas apareceram, sim 5. o prêmio? 15 mil dólares Quase 50 mil reais Eu sempre lutei pela igualdade no esporte, mas hoje o medo de perder “status” está tão grande que tudo aquilo que batalhamos para mudar esta indo embora. Ai aparecem as meninas pedindo dinheiro para as confederações, pedir dinheiro e fácil agora,criticar é fácil, mas e lutar? Onde está você que criou a rashtag #SUPPORTWOMANSBJJ ?????? cadê você com plaquinha pedindo para pagarem prêmios iguais? Eu não vi você aqui hoje. Onde estão as meninas que fizeram rashtag e campanha? e não vem com desculpa que é nos eua, 50 mil reais você paga sua passagem e ainda sobra muito dinheiro. Essa nova geração já pegou o trabalho pronto, nunca lutou por um pacote de carboidratos. Não lutou em ginásio pequeno no brasil embaixo do sol e no calor para ganhar um kimono. Eu estava aqui, com meu kimono e minha faixa, afinal eu sempre quis que este dia chegasse, o dia em que as mulheres receberiam o mesmo prêmio que os homens. Mas sai com a cabeça baixa, meu trabalho foi feito e de muitas meninas, agora se vocês não regarem, voltaram para o saco de suplemento. Sem chorar, sem reclamar por direitos iguais! Se você quer ter seu espaço, trabalhe por ele. Infelizmente não tem como defender as meninas. Onde estão vocês? Vergonha resume o dia de hoje. Não se luta por dinheiro, mas se você quer viver do jiu jitsu você precisa participar dele. IDOLOS DE PAPEL QUE VIVEM DE INTERNET! Sai na mão, vai dar a cara pra bater.

A post shared by Gabi Garcia 🥇RizinFF🥋🥊 (@gabigarciaoficial) on

Deixe sua opinião nos comentários

Share.

About Author

Bill Santos

Abílio Santos, CEO do MMA Premium, sócio da Try mídia e atendimento na Seri.e Design. Todo sucesso vem do esforço e para isso não meço limites, um eterno fanático por inovação pela evolução.

Leave A Reply