Exclusivo: Pantoja analisa duelo no UFC 220 e Demetrious: “Mais completo do mundo”

0

Brasileiro vem de duas vitórias consecutivas no Ultimate

Por: João C. Cavancalti

Alexandre Pantoja vai encarar Dustin Ortiz neste sábado (20), pelo UFC 220, em Boston. O brasileiro é uma das grandes promessas dentro da categoria dos pesos-moscas e em entrevista para MMA Premium ele fez uma breve análise do campeão da categoria, Demetrious Johnson.

Segundo Pantoja, Demetrious é o atleta mais completo do mundo. Segundo o brasileiro, o campeão não tem brechas em seu jogo e para vencê-lo só se o oponente conseguir impor seu jogo, algo que é complicado.

“Ele é o atleta mais completo do mundo, para mim. Ele mostra isso sendo o campeão dos pesos-moscas desde que foi criado. Brecha eu sei que ele não tem, a brecha que a gente tem que fazer é impor o nosso jogo. Fechar as portas para ele no Wrestling e na movimentação, chutar bem as pernas, entrar bem forte e duro, apesar dele ter um ritmo bem forte também”, declarou Pantoja.

– Falta de promessas no MMA brasileiro

“Não vejo assim, que o Brasil esteja escasso de promessas não. Vejo grandes nomes, a nova geração está se renovando e estamos ganhando um grande espaço com os novos lutadores. A gente está com mais experiência internacional, muitos lutadores que já estão fazendo sucesso fora do Brasil estão entrando no UFC e mostrando seu valor. Assim como o Marlon Moraes e o Seymon Moraes que pegou um luta muita dura no começo, mas sei que ele vai se destacar no evento e muitos outros nomes. Sei que nesse ano de 2018 vamos mostrar isso.”

– The Ultimate Fighter

“O TUF foi uma experiência incrível, acho que quem pôde participar do TUF sabe do que estou falando, uma casa com diversos lutadores. Posso destacar o meu TUF que pegou vários campeões de eventos ao redor do mundo e de várias culturas diferentes. Acrescentou muito na minha vida profissional e pessoal também.”

– Dustin Ortiz

“Ele é um lutador talentoso, já encarou vários oponentes tarimbados e não está entre os Top 10 há tanto tempo por acaso. Respeito ele, o que ele faz de bom, sei que ele usa o Wrestling como base, mas acredito que eu esteja pronto para esse desafio. Minha cabeça está nele, é um adversário duro, gosta de fazer um antijogo. Vou tentar impor meu ritmo, buscar uma vitória e depois disso a gente pode pensar em um próximo passo.”

– Planos para 2018

“Esse ano será muito bom, não só para mim, mas para todos os brasileiros. Será um ano bem revelador para todo mundo, estou muito feliz de poder lutar logo em janeiro. Espero que possa fazer de três a quatro lutas esse ano.”

– Demetrious Johnson

“Ele é o atleta mais completo do mundo, para mim. Ele mostra isso sendo o campeão dos pesos-moscas desde que foi criado. Brecha eu sei que ele não tem, a brecha que a gente tem que fazer é impor o nosso jogo. Fechar as portas para ele no Wrestling e na movimentação, chutar bem as pernas, entrar bem forte e duro, apesar dele ter um ritmo bem forte também.”

UFC 220: Miocic x Ngannou
20 de janeiro de 2018, em Boston (EUA) 

CARD PRINCIPAL (1h, no horário de Brasília): 
Peso-pesado: Stipe Miocic x Francis Ngannou 
Peso-meio-pesado: Daniel Cormier x Volkan Oezdemir
Peso-pena: Calvin Kattar x Shane Burgos 
Peso-meio-pesado: Gian Villante x Francimar Bodão
Peso-galo: Thomas Almeida x Rob Font
CARD PRELIMINAR (22h, no horário de Brasília):
Peso-pena: Kyle Bochniak x Brandon Davis
Peso-meio-médio: Sabah Homasi x Abdul Razak Al-Hassan
Peso-mosca: Dustin Ortiz x Alexandre Pantoja
Peso-pena: Dan Ige x Julio Arce
Peso-pena: Matt Bessette x Enrique Barzola
Peso-leve: Islam Makhachev x Gleison Tibau

Share.

About Author

Leave A Reply