Dana confessa que subestimou Colby e diz que pode levá-lo para conhecer Donald Trump

0

Dana White falou sobre a volta da pesagem antiga e outros assuntos, além de Colby

Por: MMA Premium

Na coletiva de imprensa após o UFC 225, que aconteceu em Chicago, Dana White falou sobre diversos assuntos relacionados ao evento e ao UFC. Sobre a vitória de Colby que lhe rendeu o cinturão interino dos meio-médios, Dana afirma que:

Essa foi uma luta muito melhor do que pensei que seria. Na verdade, não dei ao Colby Covington crédito suficiente. Achava que ele era muito unidimensional e que ele teria muita dificuldade com o Rafael dos Anjos. O Rafael é um lutador tão completo, mas o Colby Covington pareceu ótimo essa noite. Eu tinha a luta empatada, 2 a 2, indo para o último round e dei o último round para o Colby.

Dana afirma que é possível levar Covington na Casa Branca para encontrar Donald Trump, basta o lutador querer:

Claro que posso fazer isso acontecer. Se ele quiser, será ótimo.

Dana também falou sobre a luta de unificação dos cinturões dos meio-médios entre Colby Covington e Tyron Woodley:

 Essa é uma luta interessante. Claro que os dois são bons wrestlers, o Tyron é melhor com as mãos, bate mais pesado, mas não sei. Veremos.

Dana afirmou que voltará com o método de pesagem antigo, de tarde:

 Vamos voltar para a pesagem de 16h. Isso que vai ser feito. Muitos outros estão reclamando mais da pesagem atual. São 550 lutadores e nós falamos com todos os lutadores, acredite em mim, todos, e os caras que não querem fizeram suas considerações para mim, eu ouvi, mas vamos voltar para a pesagem de 16h. Os números não mentem. Você não pode ter lutas se os lutadores não estão batendo o peso. Não é bom para ninguém, para o UFC, para os lutadores… Você acha que foi bom para o Whittaker? Yoel também não bateu o peso contra Rockhold na Austrália e agora esses caras estão sendo colocados numa posição… Veja o Wonderboy. Voou até Liverpool, treinou, quer lutar, quer ser pago. Vocês podem me perguntar quantas questões tiverem, mas é de senso comum, não é nem uma questão, a gente não devia estar nem falando disso. É louco, olha a situação do Till. Wonderboy teve que voar até lá (Liverpool), Till estava na sua cidade e não bateu o peso. E ele estava lá sentado pensando: o que vou fazer agora? Vou pegar um voo para casa e não vou lutar? Esses caras então acabam em uma posição que são forçados a lutar contra o cara que não bateu o peso. Não é justo. Pesagem às 16h é a solução para tudo.

O UFC 225 contou com grandes lutas, além da vitória de Colby Covington sobre Rafael dos Anjos, destaque para Robert Whittaker que venceu Yoel Romero em uma luta muito movimentada.

Share.

About Author

Claiton Freitas

Um jovem gaúcho apaixonado pelo mundo das artes marciais mistas.

Comentários no Facebook