Gladiadores do Sul #21: Felipe Boaventura

0

Hoje lhes apresentamos Felipe Boaventura, campeão dos meio-médios do CWC

Por: Claiton Freitas

Aos 30 anos, Felipe Boaventura é um dos promissores atletas do MMA gaúcho. Treinando na equipe Sombra Team, Felipe vem de vitória no CWC 4 que lhe rendeu o cinturão peso meio-médio da organização.

Conversamos com Felipe Boaventura sobre sua carreira e objetivos:

Início no MMA

Felipe Boaventura: “Comecei devido a alguns problemas de saúde na minha família. Havia perdido o pai e minha mãe estava internada na Santa Casa, em Porto Alegre. Comecei a treinar para fugir um pouco da rotina hospitalar, pois havia largado o emprego pra me dedicar aos cuidados dela. Lutei Muay Thai e logo na sequencia ingressei no MMA. Vou admitir que não gostava de Jiu-Jítsu, até por isso não havia começado no MMA antes.(risos)”

Pontos fortes como atleta

Felipe Boaventura: “Eu gosto muito de sair na mão! Mas nas minhas 2 ultimas lutas eu finalizei meus adversários. Venho buscando conhecimento no solo, tanto para defender quanto pra finalizar. ”

Avaliação da carreira até hoje

Felipe Boaventura: “Eu entrei para equipe SOMBRA TEAM a 1 ano e desde então venho colhendo vitórias. Meu jogo está muito diferente de quando entrei, estou muito mais completo. Posso dizer que estou no melhor momento da minha carreira! ”

Objetivo da carreira

Felipe Boaventura: “Pretendo chegar a uma organização internacional conhecida, não precisa ser exatamente o UFC, e ser campeão da minha categoria. Acho que poder dar esse orgulho para minha família, ajudar em casa, poder treinar tranquilo sem em preocupar com as contas, já está tudo certo! ”

Próximo passo

Felipe Boaventura: “Acabei de ganhar o cinturão do CWC Samurai. Espero poder defender ele ainda esse ano! Como não tenho contrato de exclusividade com o evento, pretendo lutar o Circuito Team Nogueira, se não me engano em abril. ”

Ídolos no esporte

Felipe Boaventura: “Eu não tenho um ídolo, um cara que eu curto demais! Eu gosto de vários caras dentro do esporte, por motivos diferentes. Desde a categoria mais leve, até os mais pesados. Tem muitas histórias e feitos ali, tem que respeitar os caras, todos eles são sujeitos homens! Não é assim para entrar numa gaiola com outro cara querendo arrancar tua cabeça e sair dali numa boa, tem que tirar o chapéu! ”

Recado para os fãs

Felipe Boaventura: “Gostaria de agradecer o carinho e respeito de todos que me rodeiam! Ser atleta em um pais aonde os governantes roubam da saúde e da educação, não é fácil, mas estamos na correria! Muito obrigado a todos que me seguem nas redes sociais, que me mandam mensagens de apoio ou que me param na rua para trocar uma ideia… nunca é incomodo parar, tirar uma foto e trocar uma palavra! O reconhecimento do nosso trabalho é gasolina que precisamos para ir mais longe. ”

Share.

About Author

Claiton Freitas

Um jovem gaúcho apaixonado pelo mundo das artes marciais mistas.

Comentários no Facebook