Victor Honório reflete sobre o Mundial 2018

0

Lutador ainda analisou atual cenário do Jiu-Jitsu 

Por: MMA Premium

Victor Honório está encontrando sua melhor versão no Jiu-Jitsu a cada torneio. Com duas vitórias seguidas no Berkut, sobre Erberth Santos e o russo Muhammad Kerimov, e campanha luxuosa no Campeonato Brasileiro, em São Paulo, o faixa-preta da Qatar BJJ quer manter a boa fase no Mundial da IBJJF, agendado para o fim de maio, em Long Beach, na Califórnia.

Aos 24 anos, o jovem carioca radicado no Catar, no Oriente Médio, dedica seu tempo somente aos tatames e a sua família. A concentração tem gerado bons resultados e ele explica a seguir, na sua visão, como vê seu crescimento no esporte acontecer.

Eu treino desde sempre. Não lembro uma época da minha vida em que não estava em contato com grappling, seja no Jiu-Jitsu, judô ou wrestling. Isso tudo desde os quatro anos de idade competindo. Eu sempre recebi esse energia que os fãs do esporte passam e, claro, que na faixa-preta ficou muito maior. Sinto-me abençoado. É muito bom quando tudo se encaixa: os fãs, patrocínio, treino e equipe. Está tudo caminhando, te forçando a ser e querer mais. Eu estou no caminho. Degrau por degrau estou buscando meu lugar no esporte e quero muito mais. Meu Jiu-Jitsu está cada vez mais justo”, analisa Honório, que logo após reflete sobre o Mundial, maior torneio do Jiu-Jitsu.

Sinto-me pronto. Minha melhor parte é a mente, sempre foi, diz.

Honório, que vai atuar na divisão pesadíssimo, não olhou a listagem da categoria para poder analisar possíveis oponentes. Ele, por sua vez, guarda toda a atenção para o dia em que entrará em ação.

Não vi ainda e nem sei se vou ver. O Mundial vai ser briga desde a primeira luta e tenho certeza que estão todos os brabos, mas é isso. Vou buscar meu lugar, independente de quem vier.

Honório também aproveitou para projetar sobre seu futuro. Em três anos, ele planeja estar com ouro em todos os principais torneios e evoluindo seu Jiu-Jitsu.

Quero ser campeão mundial e continuar evoluindo e buscando meus objetivos, que não são poucos”, encerra a fera.

Share.

About Author

Victor Nunes

Leave A Reply