Leandro Mamute conta como se tornou narrador “por acaso”

0

Conheça a história do narrador oficial da Faixa Nocaute no Esporte Interativo e novo colunista do site MMA Premium

Por: Victor Nunes

Há uma linha tênue que diferencia o que é sorte de competência, porém Leandro Mamute pode afirmar que ambos estiveram ao seu lado para que se tornasse um dos maiores narradores do MMA brasileiro. Apaixonado por lutas desde jovem, o então narrador começou cedo a acompanhar o esporte.

Leandro Mamute no Iron Fight (Foto: Arquivo pessoal)

Influenciado pelo irmão mais velho Luiz Paulo, Leandro acompanhava as lutas ainda do extinto Pride em DVD, já que não existia transmissão do evento no Brasil. Filho de dono de uma metalúrgica, Leandro fazia parte do planejamento de gestão de qualidade da empresa antes de começar a trilhar seu caminho na parte de produção e parte técnica de transmissão de eventos esportivos:

– Sempre imaginei que fosse assumir a empresa quando ele parasse, mas infelizmente a empresa quebrou e ele vendeu com as dívidas. Meu pai seguiu o caminho dele, eu fiquei desgostoso dessa área e logo no meu primeiro mês desempregado fui convidado por um amigo, que é pastor e um grande editor de vídeos, o Cris Oliveira, a levar a equipe dele até Volta Redonda para a transmissão de um jogo da Superliga através do site da CBV. Como o dono da produtora, Tete Vasconcelos, precisava de alguém com carro e disponibilidade, logo me encaixaram em uma equipe. Gostei de cara do trabalho, antes eu trabalhava em escritório, agora viajava o Brasil todo, nada entediante e ganhei muita experiência. Operava câmera, operava mesa de corte, replay, editava e produzia.

Leandro Mamute quando trabalhava pelo nordeste (Foto: Arquivo pessoal)

Sonho de criança, Leandro Mamute já imaginava que um dia poderia estar narrando eventos de artes marciais mistas, ou melhor, o Vale-Tudo da época. Batalhando por um lugar ao sol produzindo eventos, e ficar cerca de 7 meses fora cobrindo os estaduais e a Copa do Nordeste, o destino deu a oportunidade que Leandro sequer esperava.

– Em 2014, após passar uma temporada no nordeste, fui produzir o JUBs pela LG Video, do Tete Vasconcelos, e lá o narrador pegou o táxi para o Sesc errado. Então o dono da produtora me autorizou a narrar o evento (Futsal). Esse narrador era o Nelson Junior da TV Esporte Mais. Através dele comecei a ser correspondente dessa TV no Rio de janeiro. Fazia matérias e compactos dos jogos. Em setembro de 2015 fui contratado pelo EI em definitivo para a parte operacional, e sai da produtora.

Mamute em transmissão da Live Esporte (Foto: Arquivo pessoal)

Responsável por narrar os eventos de MMA da Faixa Nocaute no Esporte Interativo, Leandro Mamute teve a primeira oportunidade de narrar um evento de lutas a convite do amigo Daniel Wanderley, que o chamou para fazer a transmissão do Grand Prix de Judô para cegos em março de 2016.

Ganhando espaço nos eventos transmitidos via streaming no Brasil, Leandro Mamute foi convidado para ser announcer em duas arenas na Rio-2016. A primeira oportunidade no Esporte Interativo aconteceu em 2017, após o amigo e narrador da casa, Luis Felipe Freitas, pleitear uma oportunidade para ele no elenco. A oportunidade foi dada por Henrique Mazzei, chefe de elenco atualmente, que ja havia chefiado Leandro Mamute na parte operacional.

Leandro ao lado de Nelson Junior (Foto: Arquivo pessoal)

O primeiro ao vivo oficial no EI foi uma partida da Eurobasket, onde teve a oportunidade de trabalhar ao lado de Miguel Angelo da Luz. Dois meses após a estreia, Mamute foi convidado por Breno Massena a ser o narrador oficial da Faixa Nocaute.

– Sou muito grato ao Luis Felipe Freitas por ter acreditado em mim. O Henrique Mazzei comprou a ideia e me deu essa grande oportunidade, lembro do frio na barriga que senti quando fui narrar o jogo de basquete. A partida aconteceu as 6h30 da manhã e eu não consegui dormir, fui virado, de tão ansioso. Isso foi em setembro. Em novembro debutei no MMA a convite do Breno(Massena), que era o comentarista oficial da Faixa Nocaute.

Mamute tem ganhado notoriedade no meio das lutas, tanto que atualmente é patrocinado por uma das maiores lojas fight wear do Brasil, as Lojas Tauron, do empresário Rubinho Benjamim. Ganhando cada vez mais espaço na grade de transmissão do Esporte Interativo, onde atualmente é o narrador de todos os esporte do canal, Leandro também falou sobre o que espera para o futuro de sua carreira:

– Narrar é algo que faço por prazer, se pudesse fazer isso todo dia eu faria, é algo que me relaxa. Espero que o canal adquira ainda mais eventos de lutas para narrar. Estou pronto pra guerra, quero chegar em um patamar ainda maior, ser reconhecido por fazer diferença no mundo das lutas. Tento fazer, mas ainda tenho muito caminho a percorrer.

Novo colunista do site MMA Premium, Leandro Mamute terá espaço para falar ainda mais sobre a vida como narrador no Esporte Interativo, e os principais eventos transmitidos pelo canal, fique ligado!

Share.

About Author

Victor Nunes

Comentários no Facebook