UFC 225: Colby Covington impõe seu jogo, vence Dos Anjos por decisão unânime e se torna o campeão interino dos meio-médios

0

Americano abusou do jogo de grade e conseguiu levar a melhor no co-main event da noite

Por: MMA Premium

Parece que os “haters” de Colby Covington vão ter que aturá-lo por mais um tempo. Isso porque o falastrão bateu Rafael dos Anjos por decisão unânime dos jurados, no co-main event do UFC 225, que ocorrer na madrugada do último sábado (9) para domingo, em Chicago, Illinois (EUA). Com a vitória, o americano tornou-se o campeão interino dos meio-médios e está credenciado a enfrentar Tyron Woodler, dono do título linear.

Os dois já começaram a luta soltando o jogo, mas Colvington conseguiu impor o seu jogo no início. Ele jogou Rafael nas grades e botou para baixo, mas o brasileiro rapidamente se levantou e saiu da posição. Na sequencia, os dois conectaram socos de esquerda e o americano voltou a colocar pressão e jogou Rafa nas grades novamente. Após sair da posição, o carioca conectou alguns socos e um upper que balançou o americano. Este voltou a pressionar no “jogo chato”. Mesmo que o falastrão colocasse a luta nas grades, o ex-campeão dos leves conectava mais golpes e se manteve tranquilo na luta.

Colvigton retornou para o segundo round com a mesma pressão e partiu novamente para cima, acertando um chute alto e jogando seu adversário nas grades. O americano conseguiu derrubar Rafael, mas ele não se manteve na posição de inferioridade. Mesmo mostrando indícios de cansaço, o falastrão não parava de partir para cima e soltar seu jogo, enquanto Rafa conectava seus golpes com calma. No final desse round, Colvington acertou um soco no carioca que aparentemente havia acusado o golpe. Na sequencia ele levou a luta para baixo e pegou as costas, mas nada mais foi feito.

O americano parecia que tinha achado a chave para vitória. Ele partia para cima com socos, encurtava a distância e jogava o brasileiro nas grades, enquanto Rafael não conseguia se livrar desse jogo. No final do terceiro round, o brasileiro começou a soltar um pouco mais o jogo, porém, sempre que Covington partia para cima, ele ganhava no jogo de grade.

O quarto assalto começou diferente, com Rafael indo para cima dessa vez. Ele conectou bons socos e levou o americano para baixo em três oportunidades. Colvington se livrou da posição, mas voltou a receber alguns socos. Entretanto, em mais uma entrada de queda do brasileiro, o falastrão reverteu a situação e voltou a fazer seu jogo. No final o americano acertou alguns golpes e derrubou de novo e se manteve por cima.

A luta estava equilibrada e no último assalto, Colvington voltou a fazer o seu jogo, só que dessa vez Rafael levou muito tempo para se livrar da posição e quando conseguiu, se manteve perto da grade, dando oportunidade do falastrão voltar a colocar o jogo na grade. Quando chegou nos momentos finais, os dois foram para a “loteria” e soltaram vários socos. E para a tristeza do brasileiro, o americano teve sua mão erguida por decisão unânime dos jurados.  

Share.

About Author

Comentários no Facebook