UFC 227: Em luta fulminante, Pedro Munhoz bate Brett Johns por decisão unânime

0

Brasileiro e galês protagonizaram um ótimo confronto, lá e cá, porém Pedrinho manteve vantagem nos três rounds

Por: João Carlos

De forma espetacular que terminou o card preliminar do UFC 227, na noite deste sábado (4), em Los Angeles, Califórnia (EUA). Pedro Munhoz levou a melhor sobre Brett Johns por decisão unânime dos jurados, em um combate fulminante de três rounds, no qual os dois foram aplaudidos de pé pelo público presente.

Johns iniciou tentando encurtar a distância, mas acabou recebendo alguns cruzados de Munhoz. Controlando mais o centro do octógono, o brasileiro acertou mais alguns bons socos quando o galês se aproximava. Ambos os lutadores começaram a soltar mais o jogo, tornando a luta empolgante e eles mantiveram a troca de golpes durante grande parte do round. Levando a vantagem, Munhoz ainda conectou três cruzados nos segundos finais.

O segundo assalto iniciou muito animado com Pedrinho soltando duas joelhadas e mais alguns socos no rosto do galês. O brasileiro manteve os golpes fortes, mas acabou recebendo um contragolpe que o balançou. Na sequencia, Munhoz acertou um chute na perna que levou Johns ao chão. Uma saraivada veio para cima de ‘Pikey’ que conseguiu se livrar, após o brasileiro tentar emendar uma guilhotina.

O round continuou fulminante e Pedro começou a acertar low kicks que fizeram Johns sentir muito as ‘saraivadas’. Contudo, o galês achou a distância e acertou mãos duras no rosto de Munhoz, foi quando, em resposta, Pedrinho acertou um chutaço no rosto e que levou seu oponente ao chão, mas o round estava no final.

O combate voltou e logo no primeiro minuto, Munhoz acertou um golpe em Johns que o fez ‘envergar’. Então, Pedrinho tentou encaixar a guilhotina, contudo, mais uma vez o galês mostrou coração e se livrou da finalização, mas ficou por baixo. Controlando o seu adversário até os momentos finais, o brasileiro levou a melhor por decisão unânime dos jurados.

Share.

About Author

Comentários no Facebook