Vitor Aquino encara Fabiano Santos no WGP 46 em uma das lutas mais aguardadas do evento.

0

Kickboxer paulista estréia na organização com bagagem de vitórias

Por: Edu Andrade

O paulista Vitor “Showman” Aquino estreará no WGP nesta sexta feira diante de Fabiano Santos (Serginho Team), e o MMA Premium bateu um papo com o vencedor do GP do Ichiban, que fará uma das lutas mais aguardadas da noite.

 Como está sua preparação para o combate deste sábado? Onde tem feito o camp?

VA: Foi cheia de imprevistos. Tive algumas lesões no começo, mas agora está tudo certo e eu pude focar em incrementar algumas coisas no meu jogo. O camp foi feito onde eu sempre faço. Fiz a parte do boxe cubano na JC Fight Center e a preparação física também. Fiz a parte de striking na Team Nogueira com meu mestre Bruno Gazani, e de final de semana eu fiz sparring com a galera do WGP na União ABC.

 Como está o processo de corte de peso?

VA: Eu já ando muito próximo do limite da categoria, então é uma preocupação a menos. Não tenho que sofrer. Mais 2 quilos e já estou no peso da categoria.

  Lutar em casa é uma motivação a mais, ou acha que a pressão pesa mais nessa hora?

VA: Lutar em casa é ótimo. Vai ser minha estreia e minha família amigos e equipe estarão lá e isso com certeza é um gás a mais.  Eu fico feliz e animado pra poder subir no cage. Não me sinto pressionado não, independentemente do local.

 Você tem analisado o jogo do Fabiano? Como acha que a luta vai se desenrolar?

VA: Não vi nenhuma luta recente dele. Os vídeos que eu vi são um pouco antigos. Eu estou preparado pro melhor Fabiano possível. Prefiro pensar quer ele vai estar melhor do que nos vídeos que eu vi. Pelo que eu vi o jogo dele casa muito com o meu. Ele usa mais as mãos e o meu boxe é da escola cubana então não tenho nenhuma preocupação com isso. Mas luta é luta, sempre é 50/50.

 Após esse combate, qual o próximo passo? Tem alguém que queira enfrentar?

VA: Planejo voltar a treinar jiu jitsu porque eu quero me preparar pro MMA ainda esse ano. Planejo disputar ainda esse ano o cinturão do Ichiban, que eu cheguei a vencer um GP duríssimo, onde eu fiz três lutas, venci duas por nocaute e uma na decisão, e com isso me credenciei a esse disputa. E além da estreia no mma quero subir no ranking do WGP, até ser o número 1. Eu não curto muito essa de ficar pedindo oponente, mas eu gostaria de lutar com os melhores da minha categoria. Quero ser campeão do WGP então quero lutar com os melhores.

 

 Deixe uma mensagem pra galera de São Paulo:

VA: Antes eu queria agradecer meus patrocinadores. A Nocaute Sport, Unity Açaí, Buratto Dra Cassia, que cuidou das minhas lesões no começo e me ajudou a estar bem pra competir. E meus parceiros de treino, pessoal da Tem Anogueira, Union ABC e JC Fight Center. Meus técnicos, João Cuba, Bruno Gazani, Cesar, Danilo, que foram sensacionais e fazem um trabalho sensacional. Tenho evoluído muito e só tenho a agradecer.

E pra galera que estará prestigiando eu só tenho a agradecer pela torcida, pelo carinho, e mesmo que quem esteja vendo não torça por mim, de qualquer forma estão ajudando o esporte. O evento vai ser um grande espetáculo.

Share.

About Author

Comentários no Facebook