Jiu Jitsu: Falamos com Alex Jordys

0

Gigante na arte suave Jordys é puro foco

Um dos maiores nomes da arte suave atual bateu um papo com o time do MMA Premium

Alex Jordys está em grande fase e certamente tem muito a acrescentar no BJJ.

Em mais de 10 anos de kimono o atleta acumula diversos títulos, o hexacampeão falou sobre sua carreira e títulos, confira:

Alex Jordys como foi o seu início no BJJ, o que te motivou a dar o primeiro passo?

Comecei em um projeto social em 2010 na Comunidade Paraisópolis, Zona sul de São Paulo, onde eu dava aula de capoeira. Comecei com o Leon Amâncio e Gustavo Caram treino na equipe MKBJJ com o mestre Marco Karam.

O que é preciso para se manter concentrado antes de uma competição?

Na minha opinião o mais importante para se manter concentrado e estar preparado e confiar que seu trabalho foi feito antes da competição, na hora do campeonato é fazer o que foi treinado, acreditar a até o fim que você é capaz de ganhar.

Alex Jordys
Alex Jordys (Focados no tatame – Camila nobre)

Quem te inspira a seguir em frente?

Hoje o que me inspira é ser melhor todos os dias, ver as pessoas ao meu lado feliz com o meu desempenho isso me inspira, além disso tenho muitos objetivos que quero conquistar vou continuar trabalhando duro para isso acontecer.

Você levou ouro em campeonatos importantes e teve uma atuação excelente como Bjj Pro, Paulista e Mundial CBJJE. Como foi sua preparação para esses campeonatos?

Nos últimos campeonatos tive um bom desempenho, no SP PRO consegui fechar com o cara que me colocou no jiu jitsu e isso foi muito bom.

A preparação mantenho uma constância a um tempo não mudei nada apenas continuei trabalhando sabia que na hora certa as coisas iriam se encaixar só continuei o trabalho duro, todos os dias, treino, descanso, alimentação.

Quais os próximos passos?

Para esse ano tenho alguns campeonatos que tenho como objetivo já estou, treinando, pretendo chegar bem no Sulamericano da CBJJ no final do ano.

Desses campeonatos que você lutou, qual luta foi a mais difícil?

É difícil falar qual a luta mais difícil, toda luta tem sua dificuldade, tem o jogo do adversário que  as vezes não casa com o seu ai é difícil, posso falar que o campeonato mais difícil foi o SP PRO lutei muito travado com medo de perder na semifinal lutei contra meus medos eu sabia que me amigo já estava na final se eu ganhasse fecharíamos a final de um campeonato grande, isso me travou, o medo de perder me impediu de soltar o meu jogo, consegui virar a luta nos últimos 30 segundos no final deu tudo certo.

Confira os melhores momentos do atleta

Deixe um recado para quem ainda não iniciaram no bjj e gostaria de começar

Cara começa com objetivos pequenos, perder peso, melhor sua vida pessoal, leve o jiu jitsu como estilo de vida, com o passar do tempo aumente seus objetivos, se pensar em competir vai no campeonato sem cobrança vai para se divertir tirar uma onda, sente a energia da evolução isso é muito bom, quando você for graduado ajude quem está começando lembre que você também já percorreu esse caminho.

Por fim, gostaria de agradecer todos que estão ao meu lado, minha família, minha equipe MKBJJ, meus patrocinadores e apoiadores: Kimonos Conflict, Instituto SHIRA, Amanda Nutricionista, NU15 Filmes, BJJ Girls Mag e Bigim Pneus”,

Share.

About Author

Bill Santos

Abílio Santos, CEO do MMA Premium, sócio da Try mídia e gerente comercial da CRP MANGO. Todo sucesso vem do esforço e para isso não meço limites, um eterno fanático por inovação pela evolução.

Leave A Reply