Atleta de MMA testa positivo para o coronavírus na Itália

0

Cristian Binda é o primeiro lutador de artes marciais mistas diagnosticado com o vírus

Não é novidade que o mundo inteiro está em alerta com o novo coronavírus que começou a se espalhar na China, no final de 2019. E desde então, em pouco tempo, outros países começaram a ser afetados também. É o caso da Itália, que se tornou o país com o maior número de mortes causadas pelo vírus. E foi justamente na Itália que surgiu o primeiro caso no mundo do MMA.

Cristian Binda é um ex-lutador, de 42 anos, que seguiu carreira de treinador após deixar as competições em 2016. Infectado pelo COVID-19, o italiano está internado na cidade de Como, na Itália, mas usou suas redes sociais para agradecer o carinho que está recebendo nesse momento de recuperação. Cristian ainda aproveitou para contar sobre o cenário que está vendo e vivendo dentro dessa pandemia, e o comparou ao “Círculo do Inferno”, do escritor italiano, Dante. Afinal, já foram registradas mais de seis mil mortes no país.

Oi, pessoal. Quero que todos saibam que estou me sentindo melhor agora. Para resumir: após nove dias de febre alta e tosse, eu já não conseguia mais respirar e tive que dar o braço a torcer e ir para o hospital. Fui internado no Hospital Sant’Anna, em Como, e depois fui transferido para Lanzo D’Intelvi. Então fui diagnosticado com pneumonia e, obviamente, COVID-19. Agora estou tentando voltar ao normal, para poder voltar mais forte que antes.

Duas coisas importantes: muita gente ficou preocupada e me mandou muitas mensagens. Por favor, evitem fazer isso. Eu fico cansado só de tentar responder a todos. E o mais importante: coronavírus não é brincadeira! Fiquem em casa! Fiquei apenas uma noite na UTI e é pior do que o “Círculo do Inferno” de Dante. É de cortar o coração. Fiquem em casa e superem isso juntos. Por fim, quero agradecer a todo o Sistema de Saúde da Itália, que é o nosso orgulho. Agora tenho que descansar. Guarda alta! – disse o ex-lutador.

Cristian Binda no MMA

Foi atleta de MMA por dez anos, já que estreou no octógono em 2006 e encerrou as competições em 2016. O ex-lutador passou por eventos como Venator Fighting Championship, Cage Rage e Cage Warriors e possui um cartel de 11 vitórias e 10 derrotas, portanto, soma 21 lutas na carreira.

Além disso, Cristian era conhecido como “Mani di Pietra”, ou “Mãos de Pedra”, e se despediu do octógono com uma vitória sobre o também italiano, Davide Baneschi, no Venator 3.

Share.

About Author

Avatar