Bruno “Tank” fala sobre reestruturação da Soul Fighters: “Momento de transição”

0

Treinador revelou alguns dos principais planos da equipe para o próximo ano

Por: MMA Premium

Faixa-preta da Soul Fighters, Bruno “Tank” foi um dos principais fundadores da equipe. Com as recentes saídas de alguns membros fundadores da equipe,  agora se inicia um novo ciclo na Soul Fighters com uma nova direção. Questionado sobre os novos rumos que a equipe deve tomar de agora em diante, Bruno Mendes busca dar sequência ao grande trabalho que tem feito nos Estados Unidos:

— Nós sabemos que estamos em um momento de transição. Agora o momento é de se reestruturar e reorganizar. Já estamos fazendo isso. Nossa expectativa é de mantermos os excelentes resultados com os atletas que temos, formar novos atletas e de uma forma geral montar as bases do que trará os resultados para o time nos próximos anos.

Seja nas categorias juvenis, ou entre adultos, a Soul Fighters tem acumulado inúmeras conquistas no cenário norte-americano. Apenas em 2019 a equipe já venceu eventos locais no Texas, Louisiana e Mississipi, se tornando referência nesses estados. De olho em uma consolidação ainda maior da equipe nos EUA, Bruno falou sobre uma das novidades do time para o próximo ano, projeto ousado que promete dar toda a assistência para um atleta profissional de Jiu-Jitsu:

— Já começamos a restruturação da equipe e do time. Queremos implementar alguns projetos que já estão em desenvolvimento onde poderemos fazer que o time cresça na parte esportiva e de uma forma geral como associação também. A Soul Fighters Thrive será um deles, sem muitos detalhes posso dizer que nesse projeto estaremos investindo e patrocinando nossos atletas atuais e futuros para poderem viver de Jiu-Jitsu e ao mesmo tempo capacitando eles para que após o pico da carreira eles possam ser reutilizados na associação em posições executivas e de gestão — completou o treinador.

Uma das principais apostas da Soul  Fighters para o futuro, Ana Clara Drummond surge como uma grande promessa da modalidade nos EUA. Filha de Bruno “Tank”, Ana já acumula inúmeros títulos da IBJJF e de diversos eventos do cenário norte-americano. Em 2019, a atleta surpreendeu em seu primeiro ano como faixa-azul, faturando os títulos mundiais com e sem kimono. Conquistas que orgulharam o pai/treinador:

— A Ana evoluiu muito esse ano. Projetamos esse ano por ser o primeiro como juvenil para ela pegar o máximo de experiência que ela poderia nessa fase de transição. Tudo foi planejado e ela fez a parte dela nos treinos e buscando sempre evoluir.  E sim, esperava os resultados dela, sempre fui o primeiro a falar para ela que ela ia ganhar tudo que ganhou esse ano e tenho certeza que ela pode alcançar muito mais. Só depende dela.  Ela fecha o ano como campeã mundial de kimono e sem kimono pela IBJJF, campeã de vários Opens, campeã estadual pelo Texas, sendo que nisso ela lutou na carregou adulto. E isso é só o começo — finalizou Bruno “Tank”.

Além da filha do treinador, a estrela da Soul Fighters Madison Wolfe também tem feito sucesso no cenário norte-americano da modalidade. Contando a ajuda de atletas como Erick Raposo, Igor Paiva, Josh Mancuso, Bruno e Augusto “Tanquinho” esperam levar a equipe a um novo patamar em 2020.

Share.

About Author

Redação MMA Premium

Com uma equipe de redatores formada por estudantes e graduados na área de comunicação, buscamos trazer o que há de mais recente e curioso no mundo das artes marciais mistas.