Chael Sonnen fala sobre derrota para Fedor: “Ele me bateu forte demais!”

0

Norte-americano ainda declarou estar “quase feliz que tenha acabado”

Por: Victor Nunes

No último sábado, Chael Sonnen e Fedor Emelianenko protagonizaram a luta principal do Bellator 208 de olho em uma vaga na final do GP peso-pesado da organização. Superior desde o início do confronto, o russo não deu a miníma chance para o norte-americano que acabou virando uma presa fácil nas mãos de Fedor. Com uma sequência arrasadora de golpes, o lendário lutador liquidou a fatura no fim do primeiro round.

– Ele me bateu forte demais! Estou quase feliz que tenha acabado. Foi uma guerra. Eu senti que tive uma chance. Sabia que o primeiro round estava perdido, mas pensei: “Já entendi! Se eu conseguir segurá-lo no chão por mais dois rounds eu acho que tenho chance…” Mas não era para acontecer. Ele foi mais rápido do que eu imaginava. Eu sabia que ele era rápido, mas achava que era em comparação aos pesos-pesados. Não imaginava que ele era rápido de verdade. Alguns golpes eu nem vi chegando. Ele me aplicou quatro knockdowns. Eu caía, levantava e caía de novo. Mas achava que estava bem. Claro, eu senti os golpes, mas pensei em me manter por cima e deixar o round seguir em frente. O problema era que, quando estávamos próximos, ele mostrava muita rapidez. Eu lancei alguns golpes bem fortes, e talvez ele sentisse se eles entrassem. Em um determinado momento, eu estava montado, que é uma posição muito dominante, mas ele explodiu e saiu dela – declarou Sonnen.

Questionado sobre o futuro, o lutador de 38 anos revelou que agora pretende retornar a divisão dos meio-pesados, mas sugeriu enfrentar Matt Mitrione por um hipotético terceiro lugar no GP da categoria até 120kg.

– Eu gostaria de voltar ao peso-meio-pesado. Tive muita dificuldade no peso-pesado. Eu não me importaria se houvesse uma disputa de terceiro lugar, e eu enfrentasse Matt Mitrione. Não estou fazendo nenhum desafio, só estou dizendo que, se quisessem fazer como nas Olimpíadas, uma disputa pelo terceiro lugar, eu aceitaria. Mas acho que vou voltar para o meio-pesado. Hoje eu sou o desafiante número um ao cinturão, e o campeão é Ryan Bader. Não vou fazer nenhum desafio aqui, porque ele está diante de uma outra grande oportunidade. Mas acredito que a minha próxima luta será por este cinturão.

Share.

About Author

Victor Nunes

Leave A Reply