Cris Cyborg fala sobre revanche contra Amanda Nunes e sobre possibilidade de lutar no UFC 237 em Curitiba

0

A lutadora falou sobre possibilidade de revanche e seu futuro na organização

Cris Cyborg sofreu sua primeira derrota em mais de 13 anos no UFC 232 para Amanda Nunes. A ex-campeã peso pena falou, em entrevista para o repórter Guilherme Cruz do MMA Fighting, sobre não conseguir uma revanche imediata com a atual campeã de duas divisões e também sobre a possibilidade de lutar contra Megan Anderson no UFC 237.

“Não é uma surpresa” disse Cyborg ao ser perguntada sobre a possibilidade de ter que esperar 2 anos para uma revanche contra Nunes. “eu acho que pra conseguir essa luta eu tive que esperar 9 meses. Se você ganha de alguém que está invicta a 13 anos, você não vai ceder uma revanche imediatamente. Eu acho que já sabíamos disso” continuou.

Cyborg também se comparou ao José Aldo que nunca conseguiu uma revanche contra Conor McGregor mesmo após 10 anos invicto.

Ainda sobre o assunto, a lutadora concluiu:

“Mas minha vida continua, vou treinar para minha próxima luta. Se tiverem a oportunidade de ter uma luta, legal, se não, eu já tenho isso na minha carreira, eu perdi a minha primeira luta e eu nunca tive uma revanche, mas depois fiquei 13 anos invicta. Isso acontece, e o esporte é assim, um dia você perde, um dia você ganha e é isso.”

A ex campeã peso pena tem mencionado outros nomes para uma possível luta em Curitiba e ao ser perguntada se isso talvez seria uma forma de seguir em frente da luta contra Amanda, que provavelmente não acontecerá por agora, Cyborg disse:

“Sabe, se as pessoas não aceitam lutar contra você, você não pode lutar sozinha e, se no fim do dia, isso não acontecer, não é o fim pra mim. Eu vou continuar lutando e se não for ela [Amanda], será outra pessoa. É claro que eu não vou esperar 2 anos, e como eu sempre digo, o cinturão pra mim é um símbolo, eu aprendi muito na minha carreira, eu amo meu trabalho. Se eu for a campeã, legal, se não, eu serei a campeã do povo. Serei um exemplo”.

Sobre quem seria a melhor oponente em uma próxima luta, Cyborg disse que por falta de opções a única lutadora possível na categoria seria Megan Anderson (9-3-0).

Fonte: mmafighting.com

Share.

About Author

Bill Santos

Abílio Santos, CEO do MMA Premium, sócio da Try mídia e gerente comercial da CRP MANGO. Todo sucesso vem do esforço e para isso não meço limites, um eterno fanático por inovação pela evolução.

Leave A Reply