Professor de sucesso no Texas, Daniel Pinheiro quer ouro no Mundial Sem Kimono para fechar ano empreendedor

0

Professor de sucesso no Texas, Daniel Pinheiro quer ouro no Mundial Sem Kimono para fechar ano empreendedor

Por: MMA Premium

Natural de Manaus, no Amazonas, Daniel Pinheiro deu seus primeiros passos no Jiu-Jitsu aos 11 anos de idade, ao lado do seu irmão, Rodrigo. Embalado por seus primeiros resultados ainda quando era jovem, Daniel decidiu que o esporte seria a sua profissão. A sua decisão estava corretíssima, visto o sucesso que Daniel faz hoje em San Antonio, Texas, Estados Unidos. 

Praticante de Jiu-Jitsu há 28 anos e faixa-preta de 2001, Daniel comanda sozinho sua academia, a Team Shark BJJ, que conta com mais de 140 alunos espalhados entre as crianças e adultos. Daniel, que até então se via apenas professor e lutador, despertou seu lado empresário quando começou a construir sua academia. Como ele diz, empreender nos Estados Unidos é menos difícil. 

“Meu time tem apenas 4 anos, estamos começando, mas os resultados já estão aparecendo. Meus alunos já criaram o desejo, a vontade por competir. Em breve, todos eles estarão sendo campeões nos principais eventos de Jiu-Jitsu. A vida de empreendedor no Estados Unidos não é fácil, mas nós, brasileiros, sabemos lidar com qualquer dificuldade e seguimos em frente. O segredo do meu sucesso e objetivos é trabalhar duro, árduo e com comprometimento”, conta Daniel, antes de analisar o crescimento do Jiu-Jitsu na Terra do Tio Sam. 

“O nível do BJJ americano vem evoluindo muito a cada ano. Os americanos estão mais envolvidos com o esporte e suas filosofias, tudo é novo para eles. O BJJ não possui mais de 25/30 anos nos EUA, então permanece sendo um esporte, relativamente, novo pra eles. Eu creio que eles terão uma boa gama de campeões da terra em mais uns 5 ou 6 anos. Ele valorizam a arte e apreciam bastante seus professores”. 

Há 7 anos em San Antonio, no Texas, Daniel acumula títulos e boas performances em paralelo a sua vida de professor. O faixa-preta, aliado ao seu objetivo de abrir sua segunda academia, quer fechar o ano empreendedor com o título do Mundial Sem Kimono da International Brazilian Jiu-Jitsu (IBJJF) neste fim de semana, em Long Beach, na Califórnia. 

“Tenho planos de abrir minha segunda academia, meu lado empreendedor sempre está me motivado a evoluir profissionalmente. E, como sempre gostei de competir, vou lutar o Mundial Sem Kimono na divisão master pesadíssimo. Em 2019 vou competir os principais torneios da IBJJF, meu calendário pretende ser bem ocupador”, projeta Daniel, que logo em seguida manifesta o desejo de lutar MMA profissional novamente, onde acumula 4 vitórias e apenas uma derrota no cartel. 

“Pretendo competir sim, quem sabe me oferecem algo que seja bom para os dois lados. Amo lutar e competir”, encerra Daniel. 

Daniel acumula títulos no Americano Nacional (IBJJF), no Amazonense, onde tem 10 medalhas de ouro, um cinturão no Hunter Submission, e quatro medalhas de ouro no Mundial da SJJIF . Daniel também é medalhista de bronze no peso e absoluto do Europeu (IBJJF), medalhista de prata no Pan (IBJJF), medalhista de bronze no Mundial e Pan Sem Kimono (IBJJF)

Share.

About Author

Claiton Freitas

Um jovem gaúcho apaixonado pelo mundo das artes marciais mistas.

Leave A Reply