Paciente, Demian enfrenta Masvidal de olho em uma chance de disputar o título do UFC

0

Brasileiro se mostrou tranquilo por ainda não ter recebido o title-shot da organização

Por: Victor Nunes

Demian Maia atualmente é um dos lutadores do UFC mais cotados para disputar o título peso-meio-médio da organização, mas o mundo do MMA parece ter conspirado contra a seu favor ultimamente. Focado em conquistar sua sétima vitória consecutiva na divisão, o brasileiro revelou que está mais do que preparado para a luta deste sábado contra Masvidal no UFC 211:

“A gente foi para Nova York, eu, Eduardo (Alonso), meu head coach e empresário, para assistir a luta do Woodley com o Thompson, esperando lutar com o vencedor. Estava tudo meio certo nos bastidores, ia até dar uma entrevista depois, e teve o empate. Resolveram marcar a revanche e o Edu falou para fazer um camp, para fazer o sparring na academia, com luva menor, no mesmo dia da luta dos caras. Porque, se alguém se machucasse (eu poderia entrar), e também para manter o ritmo. Eu não gosto de ficar muito tempo sem lutar, ficar sem ritmo. Então, a gente fez um camp, como se fosse para lutar no mesmo dia de Woodley x Thompson 2, e acabou, uma semana antes, marcando essa luta. Fiz esse camp quase até a última semana, só não fiz nada para bater peso, a gente ia fazer para chegar perto do peso, pelo menos. Demos um descansinho e recomeçamos para este camp. Então, na verdade, mesmo sem lutar, eu fiz dois camps para esta luta – revelou Demian em entrevista ao Combate.com.

Já não é a primeira oportunidade que Demian Maia chega a uma luta com uma expectativa de disputa de cinturão na sequência. Foi desta forma contra Gunnar Nelson, no UFC 194, em 2015, e nas duas lutas que fez em 2016, contra Matt Brown e Carlos Condit. Paciente com relação a uma disputa de título, mesmo aos 39 anos, o faixa-preta pensa apenas em dar um passo de cada vez:

“Na verdade, não é bater ao gol e não entrar. É não ter a oportunidade de chutar ao gol. Porque, se bater e não entrar, tudo bem. Mas você tem que ter a oportunidade. Sinceramente, isso é uma coisa que não mexe mais tanto emocionalmente comigo. Antes, eu ficava muito ansioso com isso. Agora, realmente, não muda meu batimento cardíaco falar disso. Sei que a luta que tenho que ganhar é no sábado e, o resto, a gente pensa depois”, finalizou.

UFC 211: Miocic x Dos Santos 2
13 de maio, em Dallas (EUA)

CARD PRINCIPAL (a partir de 23h, horário de Brasília):
Peso-pesado: Stipe Miocic x Junior Cigano
Peso-palha: Joanna Jedrzejczyk x Jéssica Bate-Estaca
Peso-meio-médio: Demian Maia x Jorge Masvidal
Peso-pena: Frankie Edgar x Yair Rodríguez
Peso-médio: Krzysztof Jotko x David Branch
CARD PRELIMINAR (a partir de 19h, horário de Brasília):
Peso-leve: Eddie Alvarez x Dustin Poirier
Peso-leve: Chas Skelly x Jason Knight
Peso-leve: Marco Polo Reyes x James Vick
Peso-palha: Jessica Aguilar x Courtney Casey
Peso-pena: Jared Gordon x Michel Quiñones
Peso-pesado: Chase Sherman x Rashad Coulter
Peso-pena: Gabriel Benítez x Enrique Barzola
Peso-meio-pesado: Joachim Christensen x Gadzhimurad Antigulov

Share.

About Author

Redação MMA Premium

Com uma equipe de redatores formada por estudantes e graduados na área de comunicação, buscamos trazer o que há de mais recente e curioso no mundo das artes marciais mistas.