fbpx

Denys Darzi conversa com vice-presidente da Jiu Jitsu Global Federation

0

Faixa-preta falou com Carlos Gama sobre o principal foco da organização: “Desenvolvimento do ensino e da formação de professores”

Com uma vasta experiência no Jiu Jitsu, Denys Darzi ostenta nada menos do que o 6ºgrau faixa-preta da modalidade. Professor da Soul Fighters, onde administra uma das filiais da academia nos EUA, o carioca pratica a arte suave há mais de 40 anos, além de ministrar aulas há aproximadamente três décadas.

Referência quando o assunto é passar as técnicas da modalidade para atletas de inúmeras gerações, Denys Vai se unir a Jiu Jitsu Global Federation, organização presidida por Rickson Gracie que surgiu há alguns anos com um novo conceito para o esporte. Como pontapé inicial dessa parceria, o faixa-preta conversou com Carlos Gama, vice-presidente da organização sobre o que de fato é a JJGF.

Carlos Gama é faixa preta há 22 anos. Começou a treinar Jiu Jitsu em 1974 com seu tio Pedro Gama Filho, recebeu a faixa azul de Carlson Gracie, roxa de Rickson, marrom e preta de Royler Gracie. Formado em comunicação pela UCSD, com um MBA executivo pela Coppead, especialista em produção de vídeo digital pela NYU e marketing digital pela UCLA, foi convidado por Rickson Gracie em 2013 a fundar a Jiu Jitsu Global Federation e ocupa o cargo de vice-presidente, sendo responsável pela estratégia de produção e distribuição internacional dos programas educacionais.

Confira abaixo a esse bate-papo com essas feras da arte suave:

Denys Darzi: Há quanto tempo existe a Jiu Jitsu Global Federation? E como tem sido sua expansão?

Carlos Gama: A JJGF foi fundada em 2014.  Hoje tem filiados em mais de 50 países: 38 times e associações, cerca de 350 academias e mais de 1000 professores, lutadores e praticantes.  Ano passado foi criada uma categoria de filiados para academias e praticantes de outras artes marciais que tem procurado a JJGF para ter acesso ao conhecimento de jiu jitsu e defesa pessoal.

Denys Darzi: Quais são as metas da JJ Global Federation para os próximos anos?

Carlos Gama: Continuar produzindo conteúdos educacionais e estruturar um sistema de formação e certificação de Instrutores e Professores. Depois do sucesso do programa “Self Defense Unit”, onde o presidente da JJGF Rickson Gracie atualiza o currículo básico de Jiu Jitsu e Defesa pessoal criado pelo G M Helio Gracie, estamos produzindo um programa de aulas em vídeo para transmitir sua visão de como o Jiu Jitsu deve ser ensinado em aulas de grupo. Programas de formação e certificação de instrutores e professores em diferentes áreas do Jiu Jitsu também estão sendo produzidos e estruturados.

Denys Darzi: Qual a maior diferença da JJGF para a IBJJF ou UAEJJF?

Carlos Gama: A IBJJF faz um ótimo trabalho organizando competições, e a UAEJJF vem investindo muito para criar um circuito profissional e tornar o Jiu Jitsu um esporte olímpico.

Ou seja, o foco destas duas organizações é a competição e o desenvolvimento do Jiu Jitsu enquanto esporte.

A JJGF tem um foco educacional. Sua missão é prestar serviços para que as associações, academias, professores, instrutores, lutadores e praticantes tenham acesso ao melhor conteúdo instrucional e possam então evoluir, crescer e se expandir, aumentando o número de pessoas envolvidas com o Jiu Jitsu para que possam realmente ter suas vidas transformadas pelos benefícios que a prática de nossa arte marcial oferece.

Denys Darzi: Como funciona o cadastro de equipes e atletas? E quais são as vantagens?

Carlos Gama: Nós formatamos o sistema de filiação de acordo com a atual organização do Jiu Jitsu, isto é, times e associações se filiam e seus líderes passam a ter o poder exclusivo de aprovar a filiação das academias, professores e praticantes sob sua bandeira. Foi uma forma de fortalecermos os times que se formaram na última década e seus líderes. O líder ou gestor tem uma senha, e quando uma academia, professor ou praticante de seu time se inscreve, ele recebe um e-mail, entra em nossa plataforma, checa os dados como faixa e graduação de seus associados, sanciona ou não a graduação e aprova ou não a filiação. No caso das academias independentes também, seu professor principal passa por uma análise de linhagem e documentação, e se aprovado, passa a ter a prerrogativa de aprovar seus alunos.

No caso das academias que denominamos “educational unit”, por não serem de Gracie ou Brazilian Jiu Jitsu, os praticantes e professores não tem a graduação em seu perfil e consequentemente não há o processo de aprovação. Esta categoria foi criada porque muitas academias, professores e praticantes de outras artes marciais procuram a JJGF para ter acesso ao conhecimento que oferecemos, e nossa missão é a inclusão e a expansão do Jiu Jitsu. Nossos afiliados podem requerer o diploma de validação de faixa, pois para se filiarem passam por uma análise de documentos ou tem seu ranking validado pelo líder de sua associação e seu professor, e então colocam em seu perfil sua graduação, fotos, vídeos e links relacionados à sua história no Jiu Jitsu.

As academias filiadas podem ser certificadas e constar do nosso diretório e mapa global, que conta com um ótimo fluxo de procuras, isto é, são reconhecidas como academias de Gracie Jiu Jitsu ou Brazilian Jiu Jitsu e isso leva muitas pessoas que estão procurando uma academia para começar a aprender Jiu Jitsu ao seu website e às suas portas.

Todos os filiados receberam gratuitamente as 28 aulas em vídeo do módulo 1 do programa  Self Defense Unit, e acesso ao conteúdo dos workbooks de todos os 5 módulos. Já lançamos os 4 primeiros e o quinto e último será lançado e setembro. Os afiliados que querem adquirir as aulas em vídeo de todo o programa tem 50% de desconto, pois temos uma parceria com a plataforma Gallerr para oferecer o acesso às aulas em vídeo. Os afiliados ainda tem  acesso ao “manual de retenção do aluno”, com informações valiosas sobre como prestar um ótimo serviço aos seus alunos.

Denys Darzi: O que pode nos falar da organização no aspecto educacional e de defesa pessoal?

Carlos Gama: Nosso presidente Rickson vê o Jiu Jitsu como uma arte marcial que deve proporcionar aos seus praticantes uma evolução pessoal e espiritual baseada na conquista de confiança, equilíbrio emocional e saúde. Ou seja,  uma arte marcial, prática e filosofica que vai muito além do esporte de competição.

Os benefícios que o Jiu Jitsu oferece ensinado pela perspectiva da Defesa Pessoal são muito abrangentes e alcançam o dia a dia do praticante no tatame e principalmente fora do tatame, uma vez que ele ou ela adquire ferramentas para poder manter sua calma e equilíbrio emocional diante de adversidades, problemas e desafios.

A isso se somam todos os benefícios de uma atividade física que aumenta sua força física, capacidade cardio respiratória e flexibilidade. As amizades que se formam através desta trajetória de desenvolvimento pessoal que sempre acontece em grupo é sem dúvida um dos maiores benefícios que o Jiu Jitsu proporciona e nossos programas levam isso em consideração, ao oferecer orientação didática para que os praticantes se ajudem e evoluam juntos.

Isto dito, a missão da JJGF é oferecer meios de desenvolvimento e expansão de times, academias, professores e praticantes. Uma iniciativa inovadora é a competição de Defesa Pessoal.  A última foi o realizada este ano na Escócia, em Glasgow, no último Rickson Gracie Cup. Praticantes de Jiu Jitsu puderam demonstrar suas competências e foram avaliados em comparação a outros praticantes quanto ao grau de dificuldade técnica, eficiência e execução de suas técnicas de defesa pessoal.

Denys Darzi: A meta é unificar as organizações? Pensam na criação de uma espécie de ranking único?

Carlos Gama: Não, uma vez que as atuações das outras federações estão relacionadas à promoção de campeonatos e a JJGF tem como foco o desenvolvimento do ensino e da formação de professores, não vemos essa possibilidade no horizonte. No entanto a JJGF está completamente aberta a participar de qualquer iniciativa nesse sentido.

Share.

About Author

Bill Santos

Abílio Santos, CEO do MMA Premium, sócio da Try mídia e gerente comercial da CRP MANGO. Todo sucesso vem do esforço e para isso não meço limites, um eterno fanático por inovação pela evolução.

Leave A Reply