Estrela do UFC, Henry Cejudo quase abandou as luvas em 2016: “Ele queria se aposentar nesse dia”

0

Campeão de duas categorias do Ultimate, Cejudo contou com a ajuda de treinador para continuar lutando

Por: Victor Nunes

No último sábado, 8 de junho, Heny Cejudo fez história no UFC ao faturar o segundo título da organização. Com uma atuação de respeito, o norte-americano não tomou conhecimento do brasileiro Marlon Moraes ao faturar o título peso-galo do Ultimate.

Campeão peso-mosca desde derrotou Demetrious Jonhson no UFC 227, Cejudo revelou que por muito pouco não abandonou as luvas quando perdeu a primeira disputa de título para o ex-campeão em 2016 :

“Houve um momento que eu não sabia se queria mais fazer MMA, estava cheio de competir. Eu lembro que, na minha estreia em Sacramento, eu me aposentei. Estava tão envergonhado que não bati o peso, marcou quase no meu coração, “Não sei se MMA é para mim.” Eu não bati o peso, fui ao Sean Shelby e disse, “Sean, obrigado por tudo, mas vou me aposentar, sinto muito”, revelou Cejudo na coletiva pós-luta.

Treinador do atual campeão, Eric Albarracin foi o grande responsável pela volta de Cejudo ao octógono:

“Ele queria se aposentar nesse dia, e eu corri atrás dele. Ele disse, “Vou embora, estou indo ao aeroporto”, e eu disse, “Não, não sai daqui, você vai ser campeão mundial! Você vai ser o melhor do mundo um dia! Não aposentar agora”. E isso ficou na mente dele, e ele voltou. Voltou com força! O campeão voltou”, disse o treinador em entrevista ao “Combate.com”.

Share.

About Author

Redação MMA Premium

Com uma equipe de redatores formada por estudantes e graduados na área de comunicação, buscamos trazer o que há de mais recente e curioso no mundo das artes marciais mistas.

Leave A Reply