Fim da linha! Johny Hendricks anuncia aposentadoria do MMA

0

Ex-campeão dos meio-médios do UFC, norte-americano vinha de sequência negativa na organização 

Por: Victor Nunes

Após Felipe Sertanejo e Rashad Evans anunciarem a aposentadoria do MMA, foi a vez de Johny Hendricks, outro atleta do UFC abandonar as luvas. O ex-campeão dos meio-médios da organização decidiu parar após 11 anos como lutador profissional. Hendricks fez o anúncio em entrevista ao podcast “MMA Junkie Radio“. O atleta explicou que agora vai se dedicar ao trabalho como treinador de wrestling no nível colegial, pela escola All Saints Episcopal.

– Terminei. Estou me aposentando. Estou saindo do mundo do MMA. Venho pensando nisso bastante por um tempo. Vou retornar às minhas raízes. Vou começar a treinar os All Saints. Eu treinei um pouco dos times do ensino médio no ano passado, mas vou completar a transição para o All Saints e começar a fazer isso – declarou o lutador ao podcast.

Aos 34 anos, Hendricks possuí uma carreira extensa nas artes marciais, bicampeão nacional de wrestling no ensino médior, o lutador foi foi nomeado All-American por quatro vezes e teve um total de 159 vitórias e 13 derrotas na modalidade. Em 2007 o norte-americano resolveu migrar para o MMA, onde mais uma vez ganhou notoriedade.

Em 16 de novembro de 2013, Hendricks fez um duelo histórico contra o então campeão Georges St-Pierre no UFC 167. Apesar da derrota, o lutador foi o atleta a chegar mais perto de bater o canadense no Ultimate. Após uma nova chance de disputar o título, o lutador enfim se sagrou campeão ao vencer Robbie Lawler, no UFC 171, em 15 de março de 2014 por decisão unânime.

Após perder o título para Robbie Lawler meses depois, Hendricks acumulou derrotas na carreira. O lutador ainda chegou a mudar para a divisão dos médios em busca de dias melhores no UFC, porém, não conseguiu reviver os tempos áureos na organização.Sobre a decisão de parar, Hendricks falou que o fato que ficar mais com a família pesou em sua decisão:

– Uma das coisas legais foi estar em casa nos últimos sete meses, passando tempo com as crianças, sem me preocupar com o que eu precisava fazer. Olhei para minha esposa e disse, “Nós queremos mesmo fazer isto? Eu sei que eu sou quem precisa fazer, mas nós queremos? Queremos passar pela ralação que fazíamos, nos separar por longos períodos de tempo, colocar minha família em segundo lugar, esse tipo de coisas?” Neste momento, digo que não. Tomei esta decisão duas semanas atrás, mas rezei sobre isso e queria garantir que estaria bem com isso – declarou Hendricks.

Share.

About Author

Victor Nunes

Comentários no Facebook