fbpx

Gladiadores do Paraná #01: Cristiano “Pequeno” Souza

0

Iniciamos a Gladiadores do Paraná com o lutador Cristiano Souza

Por: Claiton Freitas

(Foto: Reprodução/ Facebook/ Arte: VIctor Nunes/ MMA Premium)

O curitibano de 26 anos, Cristiano “Pequeno” Souza possui um cartel de oito lutas sendo sete vitórias e apenas uma derrota. Vindo de vitória no Brave FC, Souza molda seu jogo na equipe Rasthai Temple.

Competindo no peso-mosca e peso-galo Cristiano nos respondeu algumas perguntas sobre sua carreira e objetivos:

Início no MMA

Cristiano Souza: “Iniciei minha carreira no MMA profissional aos 23 anos de idade. Por intermédio do empresário e agente Stefano Sartori, tive a oportunidade de estrear em um dos maiores eventos do Brasil, o Circuit Talent, no município de São Jose dos Pinhais, próximo a Curitiba. Defendi a bandeira da minha equipe Rasthai, neste ano ainda éramos a Team Renato Rasta, com o direcionamento do meu treinador Renato Rasta e meu professor de Jiu Jitsu Marcelo Brito.  Enfrentei um lutador “local” e tive a felicidade de finalizar meu adversário com um mata-leão no primeiro round. ”

Pontos fortes como atleta

Cristiano Souza: “Sou nível preta de muay thai, e faixa roxa de jiu jitsu, me sinto mais confortável na luta em pé, porem gosto muito da luta agarrada, principalmente do Jiu Jitsu e estou cada vez mais melhorando o meu jogo. Possuo algumas finalizações no meu cartel, 3 no total e 2 TKO. Arrisco me dizer que me sinto confortável e atuo bem em todas as áreas. ”

Avaliação da carreira até hoje

Cristiano Souza: “ Até agora tive uma carreira muito bem aproveitada e direcionada. Apenas uma derrota e sete vitorias, apenas duas por decisão. Minha última apresentação foi em março de 2017, minha primeira luta internacional, na terceira edição do Brave CF e primeira edição no Brasil. Conquistei a vitória com um TKO no segundo round. ”

Maior objetivo na carreira

Cristiano Souza: “Meu maior objetivo na carreira e poder enfrentar os melhores lutadores na minha categoria e ser reconhecido e exemplo para outros lutadores e fãs do nosso esporte. ”

Próximo passo

Cristiano Souza: “No momento estou em um processo de readaptação e volta ao esporte em alto rendimento. Além das lutas, concilio aulas e faculdade. No último ano tive que dar mais atenção aos estudos e aulas, porem este ano pretendo voltar ao octagon com mais vontade, mais maduro e muito mais preparado. Ainda sem previsão para lutas, porem espero poder me apresentar logo. ”

Ídolos no esporte

Cristiano Souza: “Os lutadores que me inspiram são aqueles que se destacam de alguma maneira: vontade, técnica, disciplina, dedicação, humildade. Admiro a habilidade do campeão peso mosca do UFC Demetrious Johnson, ele e uma referência no esporte. Posso citar outros nomes também de lutadores que tive a oportunidade de conhecer, como: Mauricio Shogun Rua, Wanderlei Silva, Jon Jones, Maiquel Falcão, Ariane Lipski, Renato “Rasta”, dentre outros. Também tenho como referência lutadores de outras modalidades, como: Andy Souwer, Manny Pacquiao, Braulio Estima e outros. ”

Recado Final

Cristiano Souza: “ Como recado para quem acompanha o meu trabalho e admira o nosso esporte, e que existem pessoas trabalhando sério e comprometidas com esse esporte, ele pode e deve ser ainda mais valorizado aqui nosso pais. Quero agradecer também a todas as pessoas que já fizeram parte de alguma forma da minha formação como atleta, ao meu treinador Renato “Rasta”, minha equipe Rasthai, alunos e parceiros de treino. Agradecer também a toda a minha família que sempre me apoia muita na minha carreira, em especial a minha mãe e meu pai que fazem a diferença.

Obrigado pela oportunidade de falar um pouco da minha história no MMA. Valeu! ”

Share.

About Author

Claiton Freitas

Um jovem gaúcho apaixonado pelo mundo das artes marciais mistas.

Leave A Reply