fbpx

Jamila Sandora, da PRVT para o mundo

0

Lutadora fará seu primeiro embate fora do país

A PRVT é conhecidamente uma fábrica de guerreiras de alto nível, certamente o Gilliard Paraná tem um sexto sentido quando analisa uma lutadora.

Com certeza Jamila faz com o que o mestre da academia tenha cada dia mais confiança em seu trabalho.

O próximo duelo da lutadora será no Ares Fightin Championship no dia 14 de dezembro, o time do MMA Premium bateu um papo com a lutadora sobre sua próxima luta, confiram a entrevista na íntegra!

Jamila, essa vai ser sua primeira luta fora do país, como recebeu o convite para este evento?

Meu mestre Gilliard Paraná é responsável por casar as lutas de todos atletas da equipe.
Certamente se interessaram pelo meu cartel e seguidores que são de acordo com público do evento.
Temos atletas que treinam o ano inteiro e estão sempre preparados, mestre não deixa escapar a oportunidade nunca!
Sempre pedem para que façam sempre todos os treinos, porque as oportunidades aparecem e estamos sempre preparados.

Como tem sido a sua preparação para a luta, a ideia é manter a luta em pé?

A ideia é fazer o que sei fazer de melhor, ir pra cima é porrada.
Quero essa luta a qualquer custo e vou entrar com sangue nos olhos.

O sonho de 2020 é chegar nos grandes eventos internacionais ou lutar no Brasil ainda pode rolar?

O sonho é de lutar profissionalmente e que de retorno financeiro. Não importa se é dentro ou fora do país, com tanto que, nosso trabalho, esforço, dedicação sejam reconhecidos.

O que sabe sobre sua oponente?

Sei que é faixa preta de judô, dura e que está se preparando ben para essa luta. O básico!

Você treina em uma das maiores academias do país, quem é a sua maior inspiração na PRVT?

Sem dúvidas a Jéssica Andrade, nossa inspiração sempre! Sempre maravilhosa dentro e fora dos octógonos.
Porém, temos muitas outras atletas inspirados na equipe, como Karol Rosa, Jessica Delboni e Priscila Cachoeira.

O que esperar da Jamila Sandora nesta estreia?

Espero muito mais segurança e confiança dentro do cage, pois cada vez mais estou tendo experiencia nesse mundo.

Falta apoio para os atletas no Brasil?

Falta muito apoio para os atletas do Brasil sim.
Muitos não sabem como funcionam e não tem noção do gasto que passamos e que muita das vezes não temos como conciliar trabalho, treino.
Nos suga muito só os treinos e sem alguém para acreditar no nosso trabalho causa muito desânimo. Porque é muito difícil passar por algumas situações infelizmente, o importante que Deus sempre nos sustenta e supri, mesmo no mínimo, nossas necessidades para continuarmos nossa trajetória.

Jamila não é apenas uma grande atleta, a ring girl sabe como te deixar sem ar fora do cage, confira o novo ensaio da lutadora

Deixe um recado para os fãs

Estou muito feliz com toda energia positiva que vocês têm me passado.
Nunca imaginei ser inspiração de pessoas no esporte e tem muitos seguidores que sempre mandam mensagem dizendo que começaram inspirados em mim, que não desistem em cima do trabalho que fazemos.
Quero que saiba que não tem fonte de energia mais gostosa que saber que você pode ser incentivo de coisas boas e positivas para alguém.
Isso se torna gratificante para qualquer atleta!

Share.

About Author

Avatar

Estudante de jornalismo, apaixonado por futebol e MMA.

Leave A Reply