fbpx

Ketny Caroline e Nágila Bruna pregam respeito, mas prometem uma “guerra” no evento Nação Cyborg

0

Mulheres também terão espaço no Nação Cyborg 

Por: Bill Santos

Sob os olhares de Cris Cyborg, Ketny Caroline e Nágila Bruna se enfrentam no dia 7 de abril no Ginásio Rio Verde, em Colombo (PR). A luta será válida pelo Kickboxing profissional. 

Duelo feminino promete (Pôster: Divulgação)

Nágina Bruna representa a Chute Boxe na cidade de Registro, em São Paulo. Tem 24 anos, graduação Azul Clara no Muay Thai e possui quatro lutas e quatro vitórias na carreira amadora. Vai fazer sua estreia no Kickboxing profissional. Ketny Caroline representa a equipe SS Team em Curitiba e tem 19 anos. Com a mesma graduação da sua oponente, Ketny disputou 27 lutas no Muay Thai amador, onde só tem quatro derrotas e vai para o segundo duelo profissional da carreira, onde já conquistou uma vitória na estreia.
Nágila Bruna tira sua motivação através de todas as pessoas que já ajudaram-a e garante estar focada para este embate:
“Minha preparação está sendo bem intensa, treinando focada na minha adversária. Minha motivação vai ser todo meu esforço e dedicação,  as pessoas que acreditam em mim vou levar nas minhas luvas, todo meu sofrimento, coração e fé em Deus, toda vez que eu lutei e pensei em Deus e em todos que fizeram o possível e o impossível para que eu nunca desistisse, eu venci, com certeza esse vai ser a minha maior motivação”.
Ketny Caroline comenta a respeito de sua excelente preparação física. Fã de desafios, a paranaense classifica este combate como uma “guerra”:
“Meu preparador físico Patrick faz um trabalho excelente, o meu gás esta em uma crescente bem favorável, meus professores sempre estão melhorando minha técnica e acertando alguns erros para que essa luta seja uma das melhores de minha carreira. Em minhas lutas dou o meu melhor até o último round, é guerra. Se não saio com a mão levantada eu saio com a cabeça erguida de ter dado 100%. Minha maior motivação é a luta em sim. Amo desafios e gosto de sair na mão. Está no sangue”.
Estar sendo observada pela maior lutadora de MMA feminino do planeta pode ser um diferencial para ambas as lutadoras:

“Me sinto horanda de estar participando da primeira edição desse evento que será histórico. Me espelho muito na Cris pela determinação e foco que ela tem em suas lutas”, comenta Ketny

Nágila concorda:  “Estou me sentindo privilegiada em estar nesse evento da Cris Cyborg e pretendo dar o meu melhor”. 

A atleta paulista elogia o boxe da adversária, e faz uma prévia do que pode ser este duelo: 
“Sinceramente nem procurei saber muito, andei vendo alguns videos, notei que ela tem um boxe muito bom, mas eu também tenho a mão afiada e pesada, vou entrar para trocar porrada”.
A paranaense não se sente amedrontada por uma luta dura, elogia a rival, mas diz que vai imprimir o seu jogo nesta luta:
“Sei que é lutadora de Muay Thai com quatro vitórias. Adversária dura não me amedronta em nada, gosto de lutas duras assim posso me testar e isso só agrega conhecimento e ganho mais experiência. Ela não é trocadora, irei imprimir meu jogo do início ao fim. Sou trocadora é só ando para frente!  É um jogo de xadrez, vence quem é mais inteligente”.
Por fim, as atletas fazem um convite aos amantes da luta em pé prestigiarem o evento Nação Cyborg:

“Quero convidar todos vocês que me acompanharam desde a minha carreira do amador até aqui para ir prestigiar minha segunda luta no profissional. Como vocês sabem sempre procuro dar o meu melhor e nessa luta não será diferente. Dia 7 de abril vai ser show conto com a torcida de todos”, ressalta Ketny. 

“Galera convido todos vocês para prestigiar o maior evento de Colombo e prometo que vai ter muita emoção do começo ao fim. Vamos dar show”, finaliza Nágila.

 
Share.

About Author

Redação MMA Premium

Com uma equipe de redatores formada por estudantes e graduados na área de comunicação, buscamos trazer o que há de mais recente e curioso no mundo das artes marciais mistas.

Leave A Reply