Maurício Ruffy nocauteia Derlan Negão e se torna campeão super-leve do MFC

0

O invicto Maurício Ruffy provou mais uma vez porque é considerado um dos principais nomes em atividade no MMA nacional

Por: MMA Premium

Como era de se esperar, a segunda edição do Mega Fight Championship (MFC), realizada neste sábado (22), em Osasco (SP), foi um enorme sucesso. Recheado de combates disputados em altíssimo nível, o MFC 2 brindou a torcida, que lotou o Ginásio Esportivo José Liberattio, com um dos melhores eventos realizados no Brasil nos últimos tempos. Os destaques da noite ficaram por conta das vitórias de Maurício Ruffy, Caio Borralho e Watson Batatão.

“O evento foi excelente, fiquei muito satisfeito com todos os duelos. Quero aproveitar o momento e agradecer a todos que ajudaram a organizar essa segunda edição, principalmente a prefeitura de Osasco e ao público que compareceu e doou alimentos que serão destinados a entidades beneficentes da cidade”, disse Edgard Lima, presidente do Mega FC.

O invicto Maurício Ruffy provou mais uma vez porque é considerado um dos principais nomes em atividade no MMA nacional. Com uma apresentação extremamente dominante, Ruffy conquistou o cinturão dos super-leves (até 74kg) do MFC ao nocautear Derlan Negão aos 3 minutos e 35 segundos do primeiro round.

Desde os primeiros segundos do combate, Maurício tomou conta do centro do octógono e passou a desferir fortíssimos golpes em Derlan, que se sentia cada vez mais acuado e sem reação. Até que Ruffy conectou um potente direto, que levou Negão ao solo, completando o serviço no ground and pound. O triunfo foi o quinto de sua carreira.


“Quero agradecer a Deus, ao meu time e a minha namorada, não seria a nada sem eles. Adorei ter o sabor do cinturão no meu ombro. Quero mandar um recado para todos os eventos nacionais: preparem seus campeões, porque vou arrancar a cabeça de todos eles”, afirmou Ruffy.

Caio Borralho confirma ótimo momento e finaliza Luiz Pedra no primeiro round

Mantendo a excelente sequência de bons resultados, o canhoto Caio Borralho passou por cima Luiz Carlos “Pedra”. O “Cara de Kombi”, como é conhecido no mundo das lutas, não deu chances para Pedra e encaixou um potente direto logo no início do duelo, levando seu adversário ao chão. Logo após o knockdown, Caio encaixou um justo triângulo de mão, dando assim números finais ao embate em pouco mais de um minuto.

Essa foi a quinta vitória da curta carreira do promissor peso-médio (até 84kg) brasileiro, sendo a segunda por finalização. Antes do duelo deste sábado (22), Caio Borralho vinha de vitórias sobre Edson Junior, Luiz Carlos Alves, Douglas Nascimento e Cleiton Rafael.

Watson Batatão vence duelo internacional contra Mohamed Nazih

Em uma grande apresentação, Watson Batatão conquistou a primeira vitória de sua carreira ao derrotar o libanês Mohamed Nazih. Após um primeiro round bastante equilibrado, Batatão voltou com tudo para os rounds seguintes e castigou seu oponente com duríssimos golpes na trocação. 

Mesmo muito machucado, Nazih demonstrou muita raça e quase foi premiado no final do combate, quando encaixou um armlock em Batatão. Porém, o brasileiro manteve a calma e defendeu o golpe. Ao final do três rounds, Watson foi declarado vencedor por decisão unânime.
RESULTADOS COMPLETOS

CARD PROFISSIONAL
Maurício Ruffy venceu Derlan Negão por nocaute técnico aos 3m35s do 1º round
Caio Borralho venceu Luiz Carlos Pedra por finalização (triângulo de mão) aos 1m37s do 1º round
Watson Batatão venceu Mohamed Nazih por decisão unânime (triplo 30-27)
Thiago Terra venceu Thiago Tubarão por finalização (triângulo de mão) aos 1m08s do 1º round
Adriano Trator venceu Jonathan Leal por nocaute técnico aos 2m29s do 1º round
Luiz Gordo Loco venceu Douglas Moicano por nocaute técnico aos 2m49s do 2º round
Paulo Paixão venceu Charles Lee por finalização (mata-leão) aos 4m30s do 1º round
Wallis Rochinha venceu Carlos Lokeira por nocaute aos 0m24s do 2º round
Uyran Presuntinho venceu Adriano Boi Bandido por nocaute técnico aos 2m41s do 1º round
Jhon Daivis venceu Jair Ribeiro por finalização (mata-leão) aos 3m21s do 1º round
Alan Ribeiro venceu Cleiton Alemão por nocaute técnico aos 0m55s do 1º round

DESAFIO DE JIU-JITSU
Murilo Parra venceu Leandro Compri

CARD AMADOR
William Braddock venceu Marcelo Bahia por nocaute técnico aos 1m55s do 1º round
Nilton Gomez venceu Toni Cabral por nocaute técnico aos 2m18s do 2º round

Share.

About Author

Claiton Freitas

Um jovem gaúcho apaixonado pelo mundo das artes marciais mistas.

Leave A Reply