fbpx

Melissa Gatto e Kethylen Rothenburg se enfrentam em busca de manter a invencibilidade no Nação Cyborg

0

Lutadoras se enfrentam no dia 7 de abril, em Curitiba

Por: MMA Premium

Faltando menos de um mês para o Nação Cyborg, evento de lutas que acontece no dia 7 de abril na cidade de Colombo, região metropolitana de Curitiba, é claro que o MMA feminino não poderia ficar de fora justamente da organização que homenageia a campeã peso pena do UFC e uma das melhores lutadoras da história: Cris Cyborg, que vai estar presente no evento.

Lutadores prometem grande espetáculo (Pôster: Divulgação)

Pela categoria peso galo (até 61 Kg), categoria essa que no UFC tem Amanda Nunes como atual campeã, Melissa Gatto defende sua invencibilidade na carreira frente a Kethylen Rothenburg.

Natural da cidade de Campinas, mas residindo e treinando em Cascavel, no interior do estado do Paraná, Melissa tem 21 anos, três vitórias e um empate na carreira. Representa a equipe Team Bronx, que tem como líder o ex-TUF Brasil e UFC Vinicius Vina. A atleta que em 2017 esteve na lista de indicadas a Atleta Revelação Feminina no Prêmio Osvaldo Paquetá – o Oscar do MMA Nacional, esbanja otimismo e destaca preparação para este duelo:

“Estou me preparando muito para essa luta, treinando três a quatro vezes por dia para buscar o objetivo de sair com a vitória. Sei que minha adversária é muito dura e também está se preparando para isso. Será um grande espetáculo! Acredito que se conseguir sair vitoriosa desse duelo posso conseguir lutar em eventos ainda maiores e crescer cada vez mais no MMA”.

Kethylen Rothenburg tem 21 anos e é natural da cidade de Curitiba. Representa as equipes Checkmatt, Boxe Training e tem como Head-Coach Alexandre “He Man”, famoso por cuidar da parte de Wrestling do atleta do UFC John Lineker. Kethylen tem uma luta e uma vitória e espera garantir um início vitorioso em sua carreira:

“Minha preparação está sendo diferente, meu modo de treinar, estou me dedicando demais aos treinos. Observando o que mais se encaixa no meu perfil, no qual me motiva muito, pois a cada dia consigo suprir o que almejo. Com certeza será importante essa vitória para mim, um início de carreira que pretendo trilhar, com muito esforço e muita dedicação”.

Tanto Gatto como Rothenburg estão animadas para estar em ação sob os olhares de Cris Cyborg: “É simplesmente incrível estar em um card como esse. Vou mostrar todo meu potencial pra sair com a vitória”, garante Gatto. “Será uma ótima oportunidade de eu demonstrar meu desempenho e minha garra. Será marcante esse dia em minha vida”, responde Rothenburg.

Jogo da adversária

A atleta da Team Bronx comenta a respeito de sua oponente e garante que vai buscar pelo término da luta antes do gongo final: “Sei que minha adversária é muito dura e que treina diversas modalidades. Mas acredito que estamos preparados para qualquer área. Vou buscar o nocaute ou a finalização a todo instante”.

A curitibana exalta o Jiu Jitsu da adversária, e pretende surpreendê-la: “O que sei da minha adversária que ela é muito boa na parte de chão, no jiu. Minha estratégia é jogar no jogo dela”.

Share.

About Author

Redação MMA Premium

Com uma equipe de redatores formada por estudantes e graduados na área de comunicação, buscamos trazer o que há de mais recente e curioso no mundo das artes marciais mistas.

Leave A Reply