fbpx

O jogador de futebol que largou os campos e foi feliz nos ringues

0

Curtis Woodhouse chegou a ser convocado para a seleção de base da Inglaterra, mas passou de jogador a pugilista aos 26 anos

Por: Claiton Freitas

Curtis Woodhouse é um esportista nato, largou a carreira de jogador de futebol para ser feliz nos ringues de boxe.Como jogador chegou a jogar para multidões na Premier League, mas não foi uma carreira em crescimento. Por isso, mudou-se para o boxe. Não ganhou dinheiro com isso, mas foi mais feliz que nunca.

Vindo de uma infância difícil e longe de poder jogar no seu clube de infância, o Liverpool. Woodhouse entrou no boxe sem nunca ter sido sequer um pugilista amador. Ainda enquanto jogava, Woodhouse treinava num ginásio de boxe sem o conhecimento de ninguém dos times em que passou. Em Setembro de 2006, estreou com uma vitória no seu primeiro combate profissional.

“As minhas pernas pareciam geleia quando estava a ir para o ringue. Não combati muito bem, mas ganhei por pontos e ganhei 2500 libras. Paguei 15 por cento ao meu agente, 10 por cento ao treinador e fiquei com quase nada, mas estava feliz porque era um pugilista profissional. Ninguém disse que eu era o próximo Floyd Mayweather, mas já era qualquer coisa”, declarou Curtis.

Em Fevereiro de 2014, oito anos depois do primeiro combate,conseguiu o título de campeão britânico de super-ligeiros, vencendo por decisão sobre Darren Hamilton. Mas, perdeu na primeira defesa do cinturão e retirou-se do boxe aos 34 anos com a sensação de dever cumprido, com um cartel de 22 vitórias em 29 lutas.

Share.

About Author

Claiton Freitas

Um jovem gaúcho apaixonado pelo mundo das artes marciais mistas.

Leave A Reply