Conheça Daniel “Miojo” Lacerda, o novo atleta do ONE FC

0

Campeão do Mr.Cage e dono de lutas empolgantes, o peso-mosca é mais um brasileiro na organização asiática

Aos 23 anos e com um cartel com onze vitórias e apenas uma derrota (onde se lesionou ao tentar um golpe), Daniel “Miojo” assinou hoje (23) com dos maiores eventos de MMA do mundo, o ONE FC. O atleta lutaria no Shooto, contra Aleandro Caetano, mas foi chamado pela organização asiática.

Natural de Valença, município localizado no sul do estado do Rio de Janeiro, Daniel chegou a ATS Tubarões em 2016, com um sonho em mente e uma sacola cheia de macarrões instantâneos – tudo o que deu para comprar com o dinheiro que tinha, daí o apelido.

O pedido insistente e a vontade mostraram a seu futuro mestre que seria questão de tempo para que dali sairia um futuro campeão.

“Ele me pediu apenas uma oportunidade. Quando eu o vi treinar, percebi que realmente tinha talento e, hoje, já é, inegavelmente, um dos “tops” do Brasil. É como eu sempre digo: o esporte pode mudar vidas!” – afirmou, André Tadeu.

Completo em todas as áreas, o prospecto é conhecido por proporcionar ao público lutas empolgantes. Em seus onze embates, nenhum foi para a decisão dos árbitros.

Derrota com asterisco

Com o passar dos anos, e das vitórias, Daniel Lacerda só sentiu o sabor da derrota após deslocar o ombro, quando tentou aplicar um chute, em março de 2019, na luta principal do Shooto 90, contra Edilceu Alves.

E volta por cima

Após o único revés em sua carreira, o tubarão da ATS se recuperou e reencontrou o caminho dos triunfos ao bater Augusto Saraiva, no Rei da Selva Combat 14, via triangulo, no dia 8 de agosto de 2019. Finalização essa que concorre entre as cinco melhores do ano, segundo o ‘Prêmio Osvaldo Paquetá’.

Ainda no ano passado, no 13 e outubro “Miojo” fez a sua estreia internacional e saiu com o cinturão do Mr.Cage, em Portugal. A luta, que, até então, foi o seu último compromisso, acabou ainda no primeiro round, onde Lacerda finalizou Francisco Asprilla, via chave de braço, aos 2 minutos e 40 segundos.

Viciado em prêmios individuais

Embora goste de golpes plásticos e de sempre buscar o nocaute, o peso-mosca faz bom uso de sua faixa-marrom no MMA.

Somando seis finalizações em seu cartel, o lutador de 1,67cm concorre mais uma vez ao Prêmio Osvaldo Paquetá, o Oscar do MMA nacional. Nessa edição, ele chega como um dos indicados na categoria de ‘Finalização do Ano’.

Sua estreia na ‘POP’ aconteceu em 2017, quando esteve as cinco maiores revelações do Brasil. Acabou perdendo, mas, em 2018, o artista marcial venceu o prêmio de ‘nocaute do ano’, ao nocautear Matheus Calabresa, no Demolidor Fight MMA 12.

“Eu estou me mantendo no topo há 3 anos sem deixar a peteca cair. Chegar no topo é fácil mas se manter lá que é difícil. Agora a minha meta é dominar o mundo. Eu vinha falando que eu queria estar no topo do Brasil, e agora eu quero estar no topo do mundo!” – afirma.

Obcecado pelo “jogo perfeito”, o parceiro de treinos de Alex “Cowboy” Oliveira, meio-médio do UFC, procura aprimorar as suas habilidades para se tornar imbatível dentro do cage.

“Eu trabalho muito as minhas dificuldades nos treinos todos os dias e treino com uma galera mais pesada também. Eu ainda tenho falhas no meu jogo, assim como todos os lutadores, mas eu quero um dia chegar no ponto de ter quase nenhuma falha, algo que leva anos para conseguir.

Enquanto isso, eu treino e melhoro todos os dias pra fazer uma ótima apresentação para o público.” – completou.

Rumo à Ásia: ONE FC

Oficialmente o novo contratado por uma das maiores organizações de artes marciais do planeta, o brasileiro chega na categoria do campeão, e compatriota, Adriano “Mikinho” Moraes, e do vencedor do GP dos moscas, o lendário Demetrious Johnson, um dos campeões mais dominantes da história do UFC.

Perguntado sobre os possíveis algozes, o recém chegado ressalta seu planejamento.

“Sou bem pé no chão. No momento, quero chegar lá e fazer boas lutas, e, ano que vem, eu almejo coisas grandes sim; estar entre os cabeças e disputando o cinturão futuramente. Agora eu quero chegar e vencer boas lutas, vou ganhar o publico tenho certeza.” – falou para o MMA Premium.

Confira as últimas notícias do MMA Premium

Ainda em festa e comemorando com seus familiares, Daniel afirma que a data para sua sonhada estreia fica entre abril e maio, mas já fará parte das gravações do seriado ‘One Warrios Series’, que conta a trajetória dos atletas da organização e é apresentada por Rich Franklin, ex-campeão e Hall da Fama do UFC.

Enfim em uma organização mundial, Daniel “Miojo” Lacerda contou que, pelo menos dentro da academia, a cobrança continuará a mesma, mas, em sua vida pessoal, a mudança começa em breve.

“Acho que não muda tanta coisa. Eu já treino muito e tenho mente de campeão, só faltava um grande evento e graças a Deus chegou.

Foi um bom tempo batendo de porta em porta e hoje eu estou contratado. Deus é bom e vai me honrar na Ásia do mesmo jeito que fez comigo no Brasil e na Europa. Seriedade e pé no chão que a gente conquista a Ásia.

Eu vou mudar a minha vida e a da minha família no ONE FC. “

Frase Daniel Miojo

Para votar no novo astro do ONE FC, que concorre ao prêmio de ‘Finalização de 2019’, no Prêmio Osvaldo Paquetá, acesse clique aqui e vote.

Share.

About Author

Avatar

Estudante de jornalismo, apaixonado por futebol e MMA.