Ranking Nacional de MMA

Feminino

Lançamento oficial #6 (1 de fevereiro / ajuste: 3 de fevereiro)

Peso-palha

  • – Julia Polastri (Rio de Janeiro)
  • – Ketlen Souza “Esquentadinha” (Amazonas) ⇧1
  • – Jéssica Evelyn “Só na Manha” (Pará) ⇧2
  • – Jéssica Delboni (Espírito Santo) ⇩2
  • – Maria Oliveira “Neta” (Rio de Janeiro) ⇩1
  • – Maria “Viúva Negra” (Ceará)
  • – Maiara Amanajás (Amapá)
  • – Jainne Laís (Pernambuco)
  • – Ireni Oliveira “Emy Guerreira” (Santa Catarina) #
  • 10º – Andréia Serafim (Bahia) ⇩1

Peso-mosca

  •  – Natalia Silva (Minas Gerais)
  •  – Simone Duarte (São Paulo) ⇧1
  •  – Joice Mara (Amazonas) ⇧1
  • 4º – Mayra Cantuária (Goiás) ⇩2
  •  – Mabelly Lima (Ceará)
  •  – Estefani Almeida (Amazonas)
  •  – Carol Yariwaki (Pará)
  •  – Karina Aryadne (São Paulo)
  • 9º – Juliete de Souza “Ju Pitbull” (Amapá)
  • 10º – Yasmin Castanho “Smile” (Rio de Janeiro)

Peso-galo

  • – Mariana Morais (São Paulo) ⇧1
  • – Gisele Moreira (São Paulo) ⇧2
  • – Melissa Gatto ( São Paulo) ⇧2
  • – Dayana Silva (Rio de Janeiro) ⇩3
  • – Sidy Rocha (Mato Grosso do Sul) ⇩2
  • – Mayana Souza “Kellen” (Amazonas)
  • – Rosy Duarte (Ceará)
  • – Daiane Firmino “Dai Fox” (São Paulo)
  • Josiane Nunes “Josi” (Paraná)
  • 10º – Jamila Sandora (Rio de Janeiro)

Peso-por-peso

  • 1º – Natalia Silva (Minas Gerais)  
  • 2º – Mariana Morais (São Paulo) ⇧2
  • 3º – Julia Polastri (Rio de Janeiro) ⇧4
  • 4º – Simone Duarte (São Paulo) ⇧2
  • 5º – Gisele Moreira (São Paulo) ⇧2
  • 6º – Ketlen “Esquentadinha” (Amazonas) #
  • 7º – Melissa Gatto (São Paulo) ⇧3
  • 8º – Dayana Silva (Rio de Janeiro) ⇩5
  • 9º – Sidy Rocha (Mato Grosso do Sul) ⇩4
  • 10º – Jéssica Evelyn “Só na Manha” (Pará) #

Ranking Nacional de MMA tem o objetivo de evidenciar os melhores atletas do cenário nacional na atualidade. Como base de referência, utilizamos os dados do site Tapology para classificar os melhores atletas em solo brasileiro.

Regras

  • O ranking é atualizado todo dia primeiro do mês;
  • Na categoria feminina apenas o ranking peso-por-peso do Tapology é levado em consideração para classificar todas as divisões;
  • Na categoria masculina a avaliação é feita com base nos 50 melhores lutadores de cada categoria classificados no Tapology;
  • Frequência de lutas, número de vitórias e cartel dos rivais derrotados são levados em consideração na análise dos editores;
  • Apenas atletas que fizeram a última luta em território brasileiro são classificados;
  • Apenas são classificados lutadores que lutaram em eventos nacionais;
  • Atletas que venceram algum ranqueado serão classificados automaticamente a frente do perdedor no ranking;
  • Em caso de algum atleta não ranqueado empatar com algum rival do ranking, ele será automaticamente classificado abaixo do adversário desde que venha de vitória;
  • Atletas que retornam do exterior devem fazer no mínimo 2 combates no cenário nacional para se classificar entre os 3 melhores do ranking;
  • Atletas que não lutam há pelo menos 30 meses serão desclassificados automaticamente do ranking;
  • Para ser classificado é necessário que o atleta tenha no minimo duas lutas com o saldo de ao menos uma vitória nos últimos 30 meses.

Para mais informações, parcerias, dúvidas ou eventuais alterações entre em contato através do e-mail: [email protected]

Em verde os lutadores que ganharam colocações (⇧) ou são novos classificados no ranking (#).

Em vermelho os atletas que perderam colocações no ranking (⇩).