Serginho Moraes admite que já esperava a demissão do UFC

0

Após sequência de resultados ruins, Serginho Moraes diz que poderia ter se dedicado mais e planeja competições fora da organização

Serginho Moraes foi demitido em novembro de 2019, após ser derrotado por  James Krause no UFC São Paulo e então somado três reveses consecutivos. O lutador conversou com o site Combate, dois meses após o rompimento, mas garante que não sente mágoas e fala sobre a queda de rendimento que resultou na demissão.

“Acho que eu não me dediquei o suficiente e, por isso, tive muitos reveses. A culpa foi totalmente minha, de não blindar a cabeça, de não treinar, de não focar o suficiente. A culpa (pela queda de rendimento) é 100% minha. Eu sei o meu potencial, sei o que eu posso fazer. Mas, muitas vezes, é a cabeça mesmo” declarou Serginho.

O lutador, de 37 anos,  participou da primeira edição do ‘The Ultimate Fighter Brasil’ em 2012 e foi contratado pelo UFC. Apesar do bom começo na organização, seis vitórias e uma derrota, as últimas lutas somaram quatro reveses em seis confrontos, que resultaram no rompimento. Por isso, Serginho diz que já esperava a demissão.

“Eu já esperava, estava vindo de muitos resultados negativos. Então, quando o meu propósito, que era o cinturão do UFC, estava ficando cada vez mais distante, até para mim já não estava ficando tão mais interessante, sabe? Quando você vê que está ficando cada vez mais longe do seu sonho… Era uma notícia que eu já vinha esperando, fiquei bem triste, mas é levantar a cabeça e seguir em frente”, desabafou.

Embora tenha ficado triste com a situação, Serginho não pretende ficar parado e já estuda propostas de eventos dentro do MMA.

“A vida continua normal, o que mudou foi só a saída do UFC mesmo. Os planos para 2020 são os melhores possíveis. Voltar às competições de jiu-jitsu. Tem algumas organizações já interessadas. Vamos ver. A vida segue, né? Agora, estou treinando forte jiu-jitsu. No MMA vai ser um Serginho totalmente voltado para o jiu-jitsu”, completou o peso meio-médio.

Share.

About Author

Avatar