Wallace Costa visa conquista do Grand Slam do Rio: “Muita coisa em jogo”

0

Faixa-marrom busca título do torneio para comprar passagem rumo ao Mundial No Gi da IBJJF

Por: MMA Premium

Natural do Rio de Janeiro, Wallace Costa foi criado no Realengo, bairro localizado na zona oeste da capital carioca. Faixa-marrom da GF Team e da Pro Combat, o lutador é uma das grandes promessas da modalidade no país. Campeão de inúmeros torneios na faixa-roxa, o atleta  tem brilhado na faixa-marrom, no qual foi “recém-graduado” pelo mestre Gabriel Marinho. Questionado sobre a atual fase, o lutador vibrou com o momento de vive na carreira:

— Acho que estou vivendo minha melhor fase graças a Deus. Vinha ganhando todos os campeonatos que lutei categoria e absoluto na faixa-roxa, e estava muito confiante para o mundial, porém tive uma infecção que acabou me deixando de fora da competição. Apesar disso, logo depois meu professor (Gabriel Marinho) me graduou a marrom, onde tenho lutado muito bem e consegui ganhar categoria e absoluto em dois Opens seguidos.

Wallace começou a treinar apenas aos 21 anos, e desde então se apaixonou pela modalidade. O que era para ser apenas uma “brincadeira” se tornou profissão, e ao vencer alguns torneios da FJJRIO, Wallace viu que poderia brilhar no esporte e viver apenas da arte suave. Campeão Mundial Gi e No Gi, além do bicampeonato do Pan, Wallace falou sobre a mais recente conquista, a do São Paulo Open, quando fechou categoria e absoluto com o companheiro de treinos “Pedro Bombom”:

— Não vi nenhuma dificuldade fora do normal não. Só as normais que todos os atletas costumam passar da correria de viagem e pouco tempo para descansar.

Além dos títulos já citados, Wallace Costa também ostenta mais de 20 Opens no currículo em diferentes graduações. Assim como no São Paulo Open, o lutador também brilhou no Vitória Open desse ano, evento organizado pela IBJJF no Espírito Santo.

Próxima meta do lutador de 26 anos, Wallace se prepara para ter um grande desempenho no Grand Slam do Rio e assim “carimbar” sua passagem para o Mundial No Gi que acontece no fim do ano na Califórnia:

— Acho que é um dos campeonatos mais difíceis do ano, galera se prepara muito para ele porque além de se um título importante vale uma boa premiação. Se Deus quiser ganhando ele eu compro minha passagem e vou lutar o Mundial No Gi da IBJJF, então tem muita coisa em jogo.

Organizado pela UAEJJF, organização do Oriente Médio, a etapa do Rio do Grand Slam deve reunir alguns dos principais atletas na modalidade no Brasil. O evento ocorre entre os dias 1 e 3 de novembro Arena Carioca 1, localizada Barra da Tijuca.

Share.

About Author

Redação MMA Premium

Com uma equipe de redatores formada por estudantes e graduados na área de comunicação, buscamos trazer o que há de mais recente e curioso no mundo das artes marciais mistas.