Wanderlei Silva anuncia que adotou um novo estilo de vida

0

‘Cachorro Louco’ cortou o consumo da carne nas suas refeições e compartilha com seus seguidores sua experiência

Wanderlei Silva postou em seu Instagram na última quinta-feira, 06, um texto informando que adotou o vegetarianismo. Sendo assim, o lutador não consome mais nenhum tipo de carne, seja branca ou vermelha. O anúncio surpreendeu, pois quando falamos em alimentação de atletas, imaginamos refeições ricas em proteínas e as carnes são grandes fontes proteicas.

Mas parece que a decisão não está atrapalhando a vida do lutador, pelo contrário. Wanderlei contou que está se sentindo bem melhor após as refeições, seu sangue também está melhor e que está tendo muito mais energia nos treinamentos.

Tudo começou quando seu filho indicou um documentário sobre veganismo, o “The Game Changers“, que fala sobre os benefícios da alimentação à base de plantas para atletas. Posteriormente, Wanderlei pesquisou, conversou com a esposa, que é médica, leu artigos e começou a acompanhar a página ‘Sociedade Vegetariana’. Depois das pesquisas, entendeu que deveria adotar esse estilo de vida.

Ao ser questionado se tinha adotado o veganismo ou vegetarianismo, Wanderlei respondeu que por enquanto é vegetariano, mostrando que pretende se tornar vegano ainda.

Ver essa foto no Instagram

Um tempo atrás, o meu filho mostrou um documentário do @gamechangersmovie que fala sobre veganismo. O documentário releva as grandes mentiras da alimentação carnívora que a sociedade impõem. No entanto, pesquisei um pouco por conta própria. Eu conversei com uma médica (a minha esposa), eu li artigos e vi a página da @sociedadevegetariana que mostra os benefícios do estilo de vida vegano. Então com todas as pesquisas que realizei, resolvi me tornar vegano e adotar o estilo de vida na minha rotina. Eu estou me sentindo bem melhor após as refeições, meu sangue está melhor do que nunca, eu estou tendo muita mais energia para meus treinos e em geral tendo uma melhoria na minha saúde! Eu não estou dizendo para vocês virarem vegano, mas eu peço que deem uma olhada na conta da @sociedadevegetariana para saber um pouco mais sobre este estilo de vida. Se tiverem tempo veem o documentário @thegamechangersmovie com a família, com certeza vai abrir a sua cabeça! @lightningwilks 👇comentem o que acharam sobre essa minha decisão!👇

Uma publicação compartilhada por Wanderlei Silva (@wandfc) em

Assim, a diferença entre o vegetarianismo e o veganismo confunde algumas pessoas. Dessa forma, o MMA Premium conversou com a  nutricionista Carolina Abreu, formada pelo Centro Universitário Padre Anchieta, para esclarecer dúvidas sobre o assunto. 

“O vegetarianismo é um modelo alimentar que exclui o consumo de carnes (bovina, frango, porco e peixe) e mantém o consumo de derivados animais (opcionalmente), como ovos, laticínios e mel. Além de frutas, grãos, oleaginosas, leguminosas e toda a gama vegetal. O veganismo não é apenas um modelo alimentar, é uma filosofia de vida que busca excluir dentro do possível e praticável toda a exploração animal. Ou seja, não se consome alimentos de origem animal (carnes, ovos, laticínios e mel), além de optar por produtos não testados em animais, cosméticos, produtos de limpeza… Isso também se aplica a vestuário (couro, lã e seda por exemplo) visto que os animais são explorados em todos âmbitos. A alimentação vegana é baseada no reino vegetal como um todo: frutas, grãos integrais, oleaginosas, verduras e legumes”, explicou.

Ademais, sobre a escolha de consumir apenas proteína vegetal, a nutricionista afirmou que o atleta pode ter um bom rendimento, além disso, disse que a alimentação baseada em vegetais é completa.

“A alimentação baseada em vegetais é completa . Reconhecida mundialmente como um modelo alimentar saudável, preventivo e que pode ser seguida em qualquer fase da vida. Atualmente vemos muitos atletas veganos tendo resultados fantásticos. Isto se deve ao aumento de consumo de vegetais, frutas e grãos. E consequentemente aumentando o consumo de antioxidantes que combatem os Radicais Livres produzidos pelo organismo durante o exercício intenso. E quanto a proteína, não há o que se preocupar, uma alimentação bem calculada supre facilmente a necessidade proteica, visto que o organismo absorve aminoácidos e todos estão presentes no reino vegetal, caso contrário, os animais de corte não o teriam em suas carnes. Um exemplo prático é a vaca que come plantas e a população consome sua carne em busca de aminoácidos essenciais invés de ir direto na fonte”, concluiu Carolina.

Share.

About Author

Avatar